Veja as BDRs mais recomendadas para 2022

Analistas recomendam empresas de olho na alta de juro nos EUA

Loja da Apple (Foto: Divulgação)

As previsões econômicas para o próximo ano apontam para mais um crescimento expressivo dos Estados Unidos, enquanto a economia brasileira corre risco de encolher. Neste cenário, BDRs são um bom complemento à carteira de risco dos brasileiros.

Segundo Enzo Pacheco, analista da Empiricus, mesmo a variante ômicron e atrasos no plano de infraestrutura de Joe Biden não de vem impedir um crescimento robusto da maior economia do mundo. Segundo as últimas estimativas de bancos americanos, em 2022 o PIB (Produto Interno Bruto) dos EUA deve crescer 4%.

“Temos visão positiva para o mercado exterior, mas não para qualquer ação. Agora, é necessário ser mais seletivo”, diz Pacheco.

O analista recomenda BDRs das big techs Amazon (AMZO34), Apple (AAPL34), Alphabet (GOGL34), Microsoft (MSFT34), Meta (ex-Facebook) e Nvidia (NVDC34), a companhia de cosméticos Estée Lauder (ELCI34), a farmacêutica Pfizer (PFIZ34).

“Escolhemos empresas que podem crescer independente do cenário. Mesmo que crescimento seja bem menor, ainda vemos que essas podem ir bem”, afirma Pacheco

Ele vê um bom potencial de geração de caixa nas gigantes de tecnologia, mesmo com a alta de juros nos EUA, impulsionadas pelo Metaverso e pelo 5G. Para a Estée Lauder, há a expectativa de repasse da inflação no preço final ao cliente. Quanto à Pfizer, se espera um convivência de longo prazo com o coronavírus, sendo necessárias mais vacinas e medicamentos.

Rodrigo Crespi, analista da Guide, também recomenda Nvidia, mas não tanto demais big techs.

“Elas dependem de juros mais baixos e estão com gargalos de suprimento. A Apple reviu entrega de smartphones no ano que vem e não devem ir tão bem como neste ano. [Se for investir no setor] investir com parcimônia e mais pragmatismo”, diz Crespi.

Ele recomenda Pfizer, ao lado de BioNTech (B1NT34) e Moderna (M1RN34), de olho na ômicron, e empresas ligadas ao setor de construção, como a Caterpillar (CATP34), de olho no pacote de Biden.

Outra dica é o setor financeiro. “Com elevação dos juros, os grandes bancos devem ter bons números”.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.jun.2022 às 16h33
3 min
Redação IF Publicado em 10.jun.2022 às 11h38
Mercado perdeu a confiança na Netflix, avalia Goldman Sachs

Banco cortou recomendação para venda das ações da empresa

1 min
Redação IF Publicado em 30.maio.2022 às 09h46
Investidores da Tesla estão fartos da aquisição do Twitter por Elon Musk

As ações da empresa perderam um quarto de seu valor desde o início de abril

1 min
Gustavo Zanfer Atualizado em 08.jun.2022 às 08h40
Games: Saiba como investir a partir de R$ 100

Gigantes do setor são opções para incrementar e diversificar sua carteira

5 min
Redação IF Atualizado em 08.jun.2022 às 08h36
Nubank renova mínimas históricas e já vale menos que o BTG. Efeito colateral do fim do lock-up?

Valor de mercado do Nubank corresponde a menos de um terço do Itaú, que vale US$ 48,8 bilhões; no IPO em dezembro, o Nubank estreou com valor de US$ 41,5 bilhões

2 min
Redação IF Atualizado em 08.jun.2022 às 08h37
Nubank: analistas veem resultados positivos, mas inadimplência gera cautela

Desde o IPO, em 8 de dezembro, quando foi precificado a US$ 9, o papel do banco digital acumula queda de 50,2%

4 min
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 07h58
2 min
Redação IF Publicado em 13.maio.2022 às 09h46
Musk diz que ‘ainda está empenhado em adquirir’ o Twitter

Ação da rede social chegou a cair mais de 25% no pré-mercado

1 min
Redação IF Publicado em 13.maio.2022 às 09h23
Saiba o que levou Elon Musk a esfriar o negócio com o Twitter

Ao fazer anúncio, bilionário citou reportagem sobre contas falsas na rede social

2 min