PEC dos Precatórios alimenta medo de descontrole de gastos, e Ibovespa cai 2%

Votação apertada do projeto na Câmara e previsões negativas para 2022 levaram a Bolsa a mais uma queda

Câmara dos Deputados. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A votação apertada da PEC (proposta de emenda constitucional) dos Precatórios levou a Bolsa de Valores brasileira à uma nova sessão de baixa nesta quinta-feira (4). O Ibovespa, principal índice acionário do Brasil, fechou em queda de 2%, aos 103.412 pontos.

Segundo analistas, os 312 votos favoráveis ao projeto —eram necessários 308 para a aprovação— na Câmara dos Deputados deixaram o trâmite da proposta mais complicado. Depois de aprovado em primeiro turno, a PEC passa por nova votação na casa, prevista para terça (9). Em seguida, vai ao Senado.

Para que a proposta do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) seja aprovada, podem ser necessárias mais concessões aos parlamentares. Além disso, se o projeto não for aprovado em breve, o governo pode estender o auxílio emergencial para cobrir a parcela da população que ficou desamparada com o fim do Bolsa Família. A PEC dos Precatórios visa à criação do substituto do programa de distribuição de renda, o Auxílio Brasil.

Investidores temem um eventual retorno do auxílio emergencial, que elevaria de maneira inesperada os gastos do governo. Para financiar o Auxílio Brasil, o governo irá adiar o pagamento de precatórios (dívidas por determinações judiciais) e mudar a maneira como o teto de gastos é corrigido pela inflação, abrindo mais espaço para gastos dentro da âncora fiscal.

Além da tensão de Brasília, o mercado repercutiu a previsão negativa do Itaú para 2022. Em entrevista a jornalistas para comentar o balanço do terceiro trimestre, o presidente do banco, Milton Maluhy Filho, disse que a inadimplência deve crescer no próximo ano, dada a alta na taxa de juros e a piora no cenário macroeconômico.

O dólar comercial fechou em alta de 0,28%, a R$ 5,6046. O turismo está a R$ 5,8327.

No exterior, os principais índices acionários fecharam em alta. O S&P 500 subiu 0,42%, o Nasdaq, 0,81% e o Dow Jones teve leve queda de 0,09%. O Stoxx 600, principal índice da Europa, teve ganho de 0,4%.

Rede’Or

A Rede D’Or São Luiz teve uma das piores quedas do Ibovespa nesta quinta. As ações da rede de hospitais cederam 8,17%, a R$ 57,21.

A desvalorização vem após a companhia reportar lucro líquido de R$ 378,1 milhões no terceiro trimestre deste ano, alta anual de 8,2% em comparação ao mesmo período de 2020.

A avaliação do mercado é que os resultados vieram fracos e que a queda de casos de Covid-19 impactou negativamente a companhia. O Credit Suisse cortou a recomendação do papel para neutra, reduzindo o preço-alvo de R$ 76,00 para R$ 65,00.

Ultrapar

A Ultrapar foi outro destaque negativo do pregão. As ações da empresa recuaram 8,09%, a R$ 12,38 cada uma, após a divulgação de um lucro líquido recorrente de R$ 178 milhões no terceiro trimestre, queda de 36% na comparação com o mesmo período de 2020. O balanço foi considerado fraco por analistas, com destaque negativo para a operação da rede de postos Ipiranga.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 11h27
Ibovespa sobe com ajuda de Vale e siderúrgicas

Mercado acionário doméstico resiste a nova abertura negativa em NY

Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 10h53
Como o trabalhador poderá usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Tipo de investimento já foi feito anteriormente em vendas de ações da Petrobras e da Vale

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 09h39
Bolsas europeias caem mais de 2% e futuros de NY sinalizam continuidade das perdas

Clima de cautela prevalece nos negócios em meio às preocupações com o impacto da inflação elevada no crescimento econômico global

Valor Econômico Atualizado em 19.maio.2022 às 08h39
Cenário global desperta interesse por Brasil, diz executivo da bolsa de Nova York

Chefe de mercados internacionais da bolsa de Nova York aponta que ADRs brasileiros são um dos ativos mais líquidos no mercado americano atualmente

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 06h32
Governo quer registrar venda da Eletrobras nas bolsas de NY e SP na próxima semana

Após aprovação do TCU, objetivo é tentar acelerar o processo e garantir a privatização da empresa até 15 de junho

Valor Econômico Publicado em 19.maio.2022 às 06h12
Grandes investidores ampliam dinheiro em caixa para maior patamar desde atentados de 11 de setembro

Preferência por dinheiro vivo coincide com enfraquecimento significativo das expectativas quanto aos lucros das empresas