Mercado acompanha atento votação da PEC dos precatórios e novo depoimento de Powell

O Senado deve votar a PEC dos precatórios nesta quarta-feira (1º)

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senado deve votar a PEC dos precatórios nesta quarta-feira (1º), o que pode ajudar a diminuir as incertezas do mercado financeiro, em meio à nova variante do coronavírus e à aceleração da redução de injeções de dinheiro pelo banco central dos Estados Unidos. A proposta abre espaço para o pagamento de R$ 400 pelo Auxílio Brasil.

Apesar dos economistas alertarem que esse não é o melhor caminho para promover o programa social, porque parcela as dívidas judiciais da União, dá calotes, na prática, e dribla o teto de gastos, os investidores estão cansados da novela e só desejam que ela acabe. Ontem, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a PEC, por 16 votos a 10.

Nos Estados Unidos, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central do país), Jerome Powell, faz um novo depoimento ao comitê econômico da Câmara hoje. Ontem, as declarações dele sobre acelerar o processo de retirada de estímulos da economia e antecipar uma alta nos juros para conter a inflação trouxe tensão aos mercados.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h25
Ações da Infracommerce têm forte queda após notícia de demissões na empresa

Os desligamentos teriam ocorrido por conta de 'mudanças no orçamento'

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 08h53
Bolsas europeias e futuros de NY são pressionados por dados fracos da China

A atividade econômica na China perdeu força de forma acentuada em abril

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 07h20
China: com lockdowns, produção industrial tem forte desaceleração em abril

Atividade recuou 2,9% na base anual; mercado esperava avanço de 1,0%

Valor Econômico Atualizado em 14.maio.2022 às 07h21
Autismo: o que Elon Musk, Anthony Hopkins e Greta Thunberg têm em comum e vai além do óbvio

Os cientistas ainda lutam para entender o processo que leva ao autismo, mas há avanços significativos para celebrar

15 min