Juros futuros fecham em alta com ecos do BC

A taxa do DI para janeiro de 2023 subiu de 11,72% no ajuste anterior para 11,775% e a do DI para janeiro de 2027 foi de 10,49% para 10,61%

Sede do Banco Central, em Brasília (Foto: Pablo Jacob/ Agência O Globo)

Em um pregão com o volume de negociações bastante reduzido, os juros futuros se mantiveram com avanços praticamente ao longo de todo o dia e fecharam em alta firme nesta sexta-feira (17), em particular nos trechos intermediário e longo da estrutura a termo da curva.

No fim da sessão regular, às 16h, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2023 subiu de 11,72% no ajuste anterior para 11,775%; a do DI para janeiro de 2024 escalou de 10,98% para 11,11%; a do DI para janeiro de 2025 anotou alta de 10,63% para 10,74%; e a do DI para janeiro de 2027 foi de 10,49% para 10,61%.

Agentes do mercado continuaram a repercutir os sinais mais restritivos na condução de política monetária do Banco Central, que se comprometeu com a ancoragem das expectativas da inflação nas metas do horizonte relevante e ainda discute o patamar de taxa Selic de fim de ciclo de aperto.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h32
Dólar fecha em queda de 2,14%, a R$ 4,9419, com exterior positivo

A redução das medidas de restrição na China favoreceu a das commodities e beneficiou moedas de países exportadores

Redação IF Atualizado em 11.maio.2022 às 17h45
Ibovespa tem dia de alta, impulsionado por petroleiras

Petrobras e Petro Rio foram as maiores altas do pregão

Redação IF Publicado em 09.maio.2022 às 07h48
Bolsas da Ásia fecham com fortes perdas, após dado fraco de exportações da China

Desaceleração da economia chinesa alimenta temores de inflação ainda mais pressionada no mundo