IF HOJE: Dados da indústria e PEC dos Precatórios podem mexer com seus investimentos nesta quinta

Os números são uma importante métrica sobre a saúde da economia brasileira e podem mexer com os mercados

Presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, no plenário da Câmara dos Deputados (Foto: Cleia Viana / Câmara dos Deputados)

Dados sobre a indústria em setembro e em outubro que serão divulgados nesta quinta-feira (4) são uma importante métrica sobre a saúde da economia brasileira e podem mexer com os mercados.

O primeiro indicador é do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), às 9h, sobre a produção industrial no país em setembro. O mercado espera uma contração mensal de 0,3% em relação a agosto, quando o setor encolheu 0,7%. Na comparação anual, a queda esperada é maior, de 4%.

Às 10h, o IHS Markit divulga o PMI (índice gerente de compras, na sigla em inglês) de outubro sobre o setor de serviços e sua composição com o setor industrial. O dado também sinaliza a contração ou expansão dos setores, mas com uma metodologia diferente.

Como afeta seus investimentos?

Se os números vierem piores do que o esperado, os ativos brasileiros podem se desvalorizar. Ou seja, a Bolsa de Valores pode cair e o dólar, subir.

PEC dos Precatórios

A aprovação da PEC (proposta de emenda constitucional) dos Precatórios na Câmara dos Deputados na noite de quarta (3) também deve repercutir no mercado financeiro nesta quinta. O projeto foi aprovado em primeiro turno com uma pequena margem: quatro votos. A PEC autoriza o governo não pagar parte de suas dívidas judiciais (os precatórios) e altera o teto de gastos para permitir mais despesas em 2022, ano eleitoral, como o pagamento de R$ 400 para 20 milhões de famílias carentes.

A discussão, agora, é: o projeto vai passar no segundo turno? E no Senado? Até o trânsito definitivo, esse assunto pode provocar bastante volatilidade no mercado ainda.

Como isso afeta seus investimentos?

O aumento de despesas fora do teto de gastos, tido como âncora fiscal do país, passa uma mensagem de irresponsabilidade fiscal para investidores, o que desvaloriza ativos brasileiros, como o real. Com medo que o Brasil não honre seus compromissos, os investidores cobram mais caro para colocar dinheiro no país.

Mais acontecimentos para prestar atenção hoje

9h30: o governo dos EUA divulga o número de pedidos contínuos por seguro-desemprego no país

10h: o IHS Markit divulga o PMI composto e de serviços de outubro.


Você também pode gostar
Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 20h04
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 19h58
Twitter tem sétimo dia de queda e recua 8,2% em NY em meio a incertezas de aquisição

Elon Musk disse que as negociações estão suspensas até ter mais dados sobre a atuação de contas falsas na plataforma