Ibovespa sobe 0,65% e engata o quarto pregão consecutivo de alta

Falta de definição sobre o desfecho da PEC dos Precatórios segurou o otimismo na reta final da sessão

Investidores observam painel no prédio da Bolsa de Valores em São Paulo
Pessoas observam painel eletrônico da da Bolsa de Valores, com gráfico do Ibovespa (Foto: Marco Ankosqui/Agência O Globo)

O noticiário positivo em relação aos impactos da variante ômicron do coronavírus, que seria menos letal, contribuiu para que o Ibovespa emendasse o quarto pregão seguido de alta. O índice fechou a terça-feira (7) com ganho de 0,65%, aos 107.557 pontos.

Na máxima do dia, o índice chegou a 108.655 pontos. O impasse sobre o ‘fatiamento’ da PEC dos Precatórios, no entanto, ajudou a segurar o apetite dos investidores por ativos de risco na reta final da sessão.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse em entrevista que estão na mesa de negociações promulgar só parte da proposta, como querem os deputados, ou devolvê-la inteira para a Câmara votar, como defendem os senadores. A segunda opção poderia prolongar a tramitação até fevereiro de 2022 e manter no radar do mercado as incertezas fiscais.

Entre as ações mais negociadas do dia, os destaques positivos foram as altas da Petrobras (1,63%) e Vale (0,74). Por outro lado, no campo negativo, recuaram os papéis do Bradesco (-1,18%) e do Itaú Unibanco (-1,25%).


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 13h41
Bolsas americanas perdem US$ 1,5 tri em um dia, e índices operam em queda nesta quinta

Temor de inflação global maior e recessão nos EUA leva nervosismo aos mercados. Na Europa, pregões operam em queda de mais de 2%

Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 10h53
Como o trabalhador poderá usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Tipo de investimento já foi feito anteriormente em vendas de ações da Petrobras e da Vale

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 09h39
Bolsas europeias caem mais de 2% e futuros de NY sinalizam continuidade das perdas

Clima de cautela prevalece nos negócios em meio às preocupações com o impacto da inflação elevada no crescimento econômico global