Ibovespa retoma os 106 mil pontos com ações de bancos

Dados surpreendentes do varejo puxaram a alta dos negócios na sessão desta sexta

Lucro dos bancos privados subiu 7,8% no primeiro trimestre de 2022 (Foto: Pixabay)

Depois de abrir em queda nesta sexta-feira (14), em razão das preocupações relacionadas à retirada dos estímulos econômicos e o aumento de juros nos Estados Unidos, o Ibovespa terminou o pregão em alta. O principal índice do mercado de ações local ganhou 1,33%, aos 106.927 pontos.

O movimento foi embalado por dados dados surpreendentes do varejo. Mais cedo, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que o setor cresceu 0,6% em novembro, acima das expectativas do mercado, que projetava um leve recuo de 0,2%.

Entre as maiores altas do pregão, os destaques ficaram para as ações do Banco Pan (6,65%) e do Banco Inter (7,2%).

Investir em quê? Encontre e compare investimentos de todo o mercado

Parceiro da Inteligência Financeira, o Investir em Quê? é sua fonte confiável para buscar onde investir com isenção, transparência e sem complicação


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 10h46
Ibovespa começa semana em alta acompanhando pares globais

Investidores monitoram de perto os riscos fiscais e políticos

Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 08h44
IF Hoje: Indicadores da atividade econômica nos EUA são destaque

No Brasil, atenções estão no risco fiscal e na mudança de gestão na Petrobras

Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 08h26
Dólar deve permanecer pressionado no exterior com melhor desempenho de mercado global de ações

O dólar inicia a semana mais fraco no mercado internacional, de olho nos proximos movimentos do banco central dos EUA

Valor Econômico Publicado em 27.jun.2022 às 07h48
Risco-Brasil aumenta e ativos locais têm piora com discussão fiscal

Medidas em debate para mitigar alta dos combustíveis geram desconfiança entre investidores

Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 07h37
‘Teremos petróleo elevado dois ou três anos’ , afirma CEO da 3R Petroleum

Executivo vê cotação do barril alta por mais tempo, o que favorece produção, mas diz que a saída não é ‘mudar arcabouços legais por razões transitórias’