Ibovespa tem oitavo pregão consecutivo de baixa; dólar atinge R$ 5,15 com expectativa de alta de juros

Perspectiva de alta de juros nos EUA alimeta aversão ao risco em todo o mundo

Investidores observam painel no prédio da Bolsa de Valores em São Paulo
Pessoas observam painel eletrônico da da Bolsa de Valores, com gráfico do Ibovespa (Foto: Marco Ankosqui/Agência O Globo)

O Ibovespa fechou a sessão desta terça-feira com queda de 0,52%, aos 102.063 pontos. Esse foi o 8º dia consecutivo de baixa, o que não acontecia desde 2015. O dólar teve alta de 0,37%, terminando cotado a R$ 5,1333. A máxima do dia foi de R$ 5,1518.

“Caminhamos para um ano difícil, não só pelos nossos desafios domésticos, como a eleição, mas também pela inflação global”, diz Bruno Hora, co-fundador da InvestSmart.

Leandro De Checchi, analista da Clear Corretora, afirma que o mercado brasileiro vive um momento de aversão ao risco.

“Algumas ações do Ibovespa trabalharam em alta, como Eletrobras (ELET3), Weg (WEGE3) e Petrobras (PETR4), e ajudaram a evitar uma queda mais acentuada do índice”, diz. “Papéis de maior risco seguiram com perdas mais fortes, como Via (VIIA3) e Cvc Brasil (CVCB3).”

Dólar

O dólar fechou o dia sendo cotado a R$ 5,1333, com ganho de 0,37% frente ao real. Durante a sessão desta terça-feira (10), investidores operaram com mais cautela aguardando as decisões de política monetária que serão anunciadas amanhã pelo Federal Reserve (Fed, banco central americano) e pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central brasileiro, na chamada Super Quarta. O maior temor vem do Fed, que pode adotar um tom mais agressivo na condução de sua política monetária.

Na máxima do dia, o dólar comercial foi a R$ 5,1518. Por volta das 17h, o dólar futuro subia 0,19%, a R$ 5,1540. No exterior, o índice DXY, que mede o desempenho do dólar contra uma cesta de seis principais moedas globais, avançava 0,37%, aos 105,47 pontos, operando no maior nível em quase 20 anos.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico

Investir em quê? Encontre e compare investimentos de todo o mercado

Parceiro da Inteligência Financeira, o Investir em Quê? é sua fonte confiável para buscar onde investir com isenção, transparência e sem complicação


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 17h45
Juros futuros fecham em queda, em linha com taxas dos títulos públicos globais

Medo de recessão nos EUA pesou mais do que riscos fiscais no Brasil

Papo de Finanças Atualizado em 02.jul.2022 às 08h21
Como as eleições interferem nos seus investimentos?

De alguma maneira, seu bolso será afetado pelas eleições do fim do ano. O que pode acontecer? Nina Silva explica

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 15h13
Dólar dispara e supera R$ 5,33 com temores de recessão global no radar

Mercado também repercute aprovação de PEC que libera gasto bilionário às vésperas das eleições