De olho na inflação, Ibovespa fecha em queda e perde 2,15% na semana

Índice caiu 0,33%, a 104.891 pontos, no último pregão antes do Natal

Ibovespa - Fachada em Fisheye
– Foto: Divulgação

O Ibovespa fechou em queda no pregão desta quinta-feira (23), o último antes do Natal. Os ativos brasileiros foram pressionados pela alta nas taxas dos juros futuros, após o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15) subir 0,78% em dezembro.

O número veio levemente abaixo do esperado, mas, considerando as promoções de Black Friday, a alta nos preços continua forte, o que corrobora com a tese de juros mais altos.

O Ibovespa fechou em queda de 0,33%, aos 104.891,32 pontos, após ter oscilado entre os 105.453 pontos, nas máximas do dia, e os 104.637 pontos, nos menores patamares intradiários. No acumulado semanal, o índice anotou queda de 2,15%, em sua segunda semana consecutiva de perdas.

Dólar

O dólar, por sua vez, fechou perto da estabilidade. O dólar comercial teve queda marginal de 0,08%, a R$ 5,6612. O turismo está a R$ 5,8891.

O dia no exterior foi majoritariamente positivo, diante de um noticiário mais leve relacionado à pandemia. Pesquisadores da Universidade de Edimburgo concluíram que o risco de hospitalização da ômicron é dois terços menor do que o observado em variantes anteriores e, separadamente, pesquisadores sul-africanos afirmaram que o risco de hospitalização é menor.

Em Nova York, o S&P 500 subiu 0,62%, Dow Jones ganhou 0,55% e Nasdaq avançou 0,85%. Na Europa, o Stoxx 600 teve ganhos de 1%.

Dentre as mais negociadas da B3, Vale ON caiu 0,96% e Petrobras PN subiu 0,60%.


Você também pode gostar
Entrevista da Semana Publicado em 25.maio.2022 às 10h08 Duração 6 min.
Como funciona a Bolsa de Valores de Nova York (NYSE)?

Anne Dias, editora da IF, entrevista Alex Ibrahim, head de mercados internacionais da NYSE, onde trabalha há mais de 20 anos

Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 08h34
Bolsas europeias e futuros de NY têm alta moderada, antes da ata do Fed

À espera do documento, no pré-mercado em NY, o futuro do S&P 500 tinha leve alta de 0,06% e do Nasdaq avançava 0,18%

Valor Econômico Publicado em 25.maio.2022 às 07h36
Após nova troca, ações da Petrobras caem

Investidor volta a analisar peso político, mas efeito na bolsa foi limitado por ativo ser considerado barato

Redação IF Atualizado em 24.maio.2022 às 19h58
‘Travamos o bom combate’, disse Coelho, por WhatsApp, em mensagem de despedida

Funcionários relatam clima de falta de rumo com demissão de José Mauro Coelho; indicado para o posto é Caio Paes de Andrade

Redação IF Atualizado em 24.maio.2022 às 18h18
ADRs da Petrobras recuam 3,8% em NY com troca no comando e data de corte de dividendos

Os recibos de ações (ADRs) referenciados nas ações ordinárias da Petrobras fecharam em queda de 3,80% na bolsa de Nova York

Glossário IF Publicado em 24.maio.2022 às 17h24
B3: como surgiu, qual é sua história, o que ela faz?

A Bolsa de Valores brasileira é uma das dez maiores do mundo e a maior da América Latina. Saiba mais no Glossário IF