Howard Marks conta o principal segredo para investir bem – e uma abordagem surpreendente para o ESG

Marks fundou em 1995 a Oaktree, hoje a maior empresa de private equity e investimento em dívida privada do mundo, com US$ 156 bilhões sob gestão; ele diz que a economia americana está começando um ciclo de alta que deve durar vários anos

Howard Marks – Foto: Peter Murphy/Divulgação

O americano Howard Marks fundou em 1995 a Oaktree Capital Management, hoje a maior empresa de private equity e investimento em dívida privada do mundo, com US$ 156 bilhões sob gestão, e é referência até para o grande ídolo do mercado financeiro Warren Buffett.

Em uma live realizada pelo Itaú Personnalité na terça-feira (23), Marks resume com bastante objetividade o principal segredo para investir bem e conta qual é a estratégia da Oaktree para aplicar em ativos seguindo os preceitos da boa governança corporativa, social e ambiental (ESG). Confira as principais ideias do lendário investidor.

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO AGORA

“O mercado e a economia andam juntos. Quando a economia vai bem, as empresas vão bem e suas ações também. O interessante disso é que o mercado de ações [nos Estados Unidos] começou a subir em março de 2020, e continou subindo, bem antes de a economia se recuperar. As pessoas têm fé na retomada. A partir de agora, vai haver um ciclo de recuperação que esperamos que vai durar vários anos. Estamos no início de um ciclo de alta.”

O SEGREDO PARA INVESTIR BEM

“Você precisa colocar o dinheiro em algum lugar. Onde? O mais importante para a maioria das pessoas é investir o dinheiro em um portfolio que seja capaz de manter no longo prazo, sem assumir muito risco e sem precisar dos recursos logo. Ao longo do tempo, as economias crescem, as empresas progridem, e seus títulos se valorizam porque seus lucros crescem. Considerando isso, o mais desejável é estar no mercado no longo prazo, não ficar tirando e colocando o dinheiro o tempo todo.”

EQUILÍBRIO ENTRE RISCO E RETORNO

“Hoje em dia, tem muito do tal do Fomo, fear of missing out [medo de ficar de fora, em inglês]. A maioria das pessoas tem esse medo de perder a onda e acabam se esquecendo do medo de perder dinheiro. Quando muita gente perde esse medo, os ativos sobem, no mercado, e fica difícil achar pechinchas. É muito mais saudável ter um equilíbrio.”

ABORDAGEM ESG

“Nossa abordagem para o ESG não é fazer uma lista das empresas envolvidas em notícias ruins e parar de investir nelas. É muito fácil dizer “Vamos vender por causa do ESG”, mas é difícil ver como essa atitude poderia ajudar o planeta, até porque, quando você vende, outro alguém vem e compra. Achamos que é melhor investir na empresa, influenciar a sua gestão e garantir que ela melhore suas atitudes em relação ao planeta.”


Você também pode gostar

Leonardo Guimarães

Atualizado em 07.dez.2021 às 19h52

O que não fazer com seus investimentos em 2022

Elaboramos dicas essenciais para 2022, que será um ano desafiador e vai exigir preparo dos investidores

Júlia Moura

Atualizado em 07.dez.2021 às 15h46

Ibovespa segue em alta, impulsionando ações de petrolíferas, mineradoras e siderúrgicas

Recuperação dos preços de minério de ferro, que subiram mais de 8% na China, impulsionam ações de mineradoras e siderúrgicas

Valor Econômico

Atualizado em 07.dez.2021 às 10h48

Ibovespa respira e já acumula alta de 6% em três pregões

Melhora do apetite por risco nos mercados globais favoreceu índice

Valor Econômico

Atualizado em 07.dez.2021 às 08h55

Eve, da Embraer, já tem encomendas para 795 “carros voadores”

Empresa, liderada por Andre Stein, assinou dois novos contratos para fornecimento dos seus veículos elétricos de decolagem e pouso vertical