Dólar fecha em queda de 1,27%, com otimismo sobre variante ômicron

No fim do dia, a moeda americana foi negociada em baixa de 1,27%, R$ 5,6178

O noticiário positivo sobre a variante ômicron do novo coronavírus, que aparenta ser menos letal, apesar de mais contagiosa, fez investidores tirarem prêmio de risco dos ativos globais. Em linha com as demais moedas emergentes, o real acabou tendo valorização firme na sessão, ofuscando mesmo alguma preocupação com as negociações sobre a PEC dos Precatórios em Brasília, cuja tramitação pode acabar somente em fevereiro.

No fim do dia, a moeda americana foi negociada em baixa de 1,27%, R$ 5,6178. No mesmo horário, ela caía 0,97% frente ao peso mexicano, 0,54% ante o rublo russo e 2,01% na comparação com a lira turca. Já o índice DXY da ICE operava estável, aos 96,32 pontos.

No foco dos agentes, o fato de que, mesmo em meio a uma ressurgência de casos – que levou a decisões como a da França fechando boates e de Nova York suspendendo cirurgias eletivas, dados preliminares da África do Sul sugerem a grande maioria dos casos é leve e a demanda por oxigênio é baixa.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h32
Dólar fecha em queda de 2,14%, a R$ 4,9419, com exterior positivo

A redução das medidas de restrição na China favoreceu a das commodities e beneficiou moedas de países exportadores

Redação IF Atualizado em 11.maio.2022 às 17h45
Ibovespa tem dia de alta, impulsionado por petroleiras

Petrobras e Petro Rio foram as maiores altas do pregão

Redação IF Publicado em 09.maio.2022 às 07h48
Bolsas da Ásia fecham com fortes perdas, após dado fraco de exportações da China

Desaceleração da economia chinesa alimenta temores de inflação ainda mais pressionada no mundo