Dólar desacelera alta após bater R$ 5,66

Por volta das 13h20, ela subia 0,66%, a R$ 5,6014

Apos tocar R$ 5,6679 na abertura, o dólar comercial segue reduzindo os ganhos nesta sexta-feira, com investidores monitorando o noticiário relativo à nova cepa da covid-19, que foi descoberta no sul do continente africano, mas que já tem casos confirmados em países ao redor do mundo.

Por volta das 13h20, ela subia 0,66%, a R$ 5,6014. Lá fora, o dólar também devolveu parcialmente os ganhos, mas segue mais volátil. No horário acima, ele subia 0,85% contra o peso mexicano e 0,49% frente ao rand sul-africano 1,36% frente ao rublo russo.

Embora a nova variante assuste por ser potencialmente mais contagiosa, uma série de perguntas continua sem resposta, como a eficácia das vacinas atualmente existentes. “O mercado fica na dúvida e, na dúvida, ele piora aguardando novas notícias”, resumiu, em entrevista ao Valor Econômico, José Faria Junior, diretor da WIA Investimentos.

O profissional avalia que, em um cenário incerto como esse, a reação imediata do dólar no Brasil é subir por causa da aversão ao risco. “Não acho que caia de R$ 5,50, mas é difícil também dizer o quanto pode subir. Com a Selic em alta e a expectativa de inflação perto de 5% ano que vem, o custo de carregamento dificulta a alta da moeda americana”, diz.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 20.maio.2022 às 17h58
Dólar tem queda de 0,89% com corte de juros na China e acumula baixa de 3,64% na semana

O real seguiu o movimento das moedas de países emergentes nesta sexta (20)

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 16h01
Dólar comercial renova mínima com fraqueza da moeda no exterior

O movimento reflete o enfraquecimento da moeda americana frente outras divisas emergentes

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 17h32
Dólar fecha em queda de 2,14%, a R$ 4,9419, com exterior positivo

A redução das medidas de restrição na China favoreceu a das commodities e beneficiou moedas de países exportadores

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 17h38
Em sessão volátil, dólar fecha em queda de 0,14%, a R$ 5,05

O movimento acompanhou o enfraquecimento da moeda americana no mercado externo