Dólar se mantém em alta, mas se afasta das máximas do dia

Divisa americana ganhava força no pregão desta quarta ante moedas de países emergentes

(Foto: Roberto Moreyra/Agência O Globo)

Em um movimento alinhado à correção nos mercados de câmbio no exterior, o dólar se ajusta em alta contra o real na manhã desta quarta-feira, na medida em que permanece um viés mais cauteloso diante de temores relacionados a um enfraquecimento acentuado da economia global. O dólar, porém, já se afastou das máximas em relação ao real, no momento em que o diferencial de juros e o avanço dos preços das commodities dão algum apoio à moeda brasileira.

Por volta de 11h35, o dólar era negociado a R$ 4,8318, em alta de 0,41% no mercado à vista, após ter ido a R$ 4,8638 na máxima. Ao mesmo tempo, o dólar futuro para junho subia 0,18%, para R$ 4,8390. No mesmo horário, o índice DXY, que mede o desempenho do dólar contra uma cesta de seis moedas fortes, avançava 0,30%, para 102,17 pontos.

“O mercado imobiliário está sob pressão dos aumentos nos juros e os indicadores de sentimento sugerem que a indústria está desacelerando rapidamente. No entanto, a inflação historicamente elevada indica que o sarrafo para o Fed abandonar seus planos agressivos de aumento de juros está alto”, afirma Elisabet Kopelman, economista para EUA do banco sueco SEB. Para que o Fed interrompa o ciclo de aumento de juros, ela avalia que o banco central precisará ver evidências convincentes de desaceleração da demanda do consumidor e um mercado de trabalho que esteja menos superaquecido.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 24.jun.2022 às 18h49
Ibovespa fecha semana em baixa de 1,15%; dólar alcança maior valor desde fevereiro e sobe 2,13% na semana

Moeda americana voltou a superar R$ 5,25 e tem 4ª semana consecutiva de alta frente ao real

Papo de Finanças Publicado em 24.jun.2022 às 17h04 Duração 8 min.
Como ter segurança nos investimentos?

Você está se sentindo aflita com tanta instabilidade na economia? Nina Silva explica o que fazer em momentos tão tensos

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 16h21
Americanos buscam ações defensivas com medo da recessão

Investidores monitoram o Fed, que quer derrotar a inflação a qualquer custo

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h57
Dólar apresenta volatilidade e bate R$ 5,27 na máxima

Moeda americana opera sem uma tendência definida

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h53
Inflação e baixa renda inibem recuperação do consumo no Brasil

Indicador da FGV mostrou uma melhora da confiança entre as faixas de maior poder aquisitivo

JOTA Publicado em 24.jun.2022 às 12h39
Projeto transforma créditos de ICMS em ativos virtuais para negociação

Proposta tenta incentivar as exportações no país; especialista afirma que projeto é importante, mas ainda imaturo

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 11h46