Bitcoin cai pelo 9º dia e ameaça romper US$ 20 mil

Ether pode perder suporte de US$ 1 mil

Bitcoin
Foto: Pixabay

Maior das criptomoedas, o bitcoin (BTC) segue em baixa pelo nono dia seguido, ameaçando romper a faixa de US$ 20 mil, apesar da relativa recuperação dos ativos de risco em um dia marcado pela decisão de política monetária do Federal Reserve.

Desde o final da semana, o bitcoin perdeu sucessivos suportes técnicos, descendo de US$ 30 mil para US$ 20 mil, na pior sequência de desvalorização de sua história, com investidores de diferentes portes reduzindo sua exposição à criptomoeda.

Nesta quarta, durante o pregão asiático, a maior das moedas digitais chegou a ser negociada a US$ 20.193 — menor valor desde o final de 2020. Mais tarde, surgiram compradores e o bitcoin recuperou terreno, se aproximando de US$ 21 mil. Perto das 8h40 (horário de Brasília), o bitcoin era negociado a US$ 20.715,35, com baixa de 5,3% nas últimas 24 horas, segundo o CoinGecko. Em sete dias, a baixa acumulada chega a 33,9%.

Entre as demais criptomoedas, o ether recuava mais 7,4%, negociado a US$ 1.117,18. Em reais, o bitcoin caía 5,2% para R$ 107.232,83 e o ether recuava 10,2% para R$ 5.549,42, segundo o Mercado Bitcoin.

Para Arthur Hayes, cofundador da BitMex, a pressão no mercado cripto pode crescer se o bitcoin romper nos próximos dias a casa de US$ 20 mil e o ether, a de US$ 1.000. “Se esses limites forem quebrados, podemos esperar uma enorme pressão de venda no mercado spot, onde os dealers fazem hedge. Também podemos ver a saída de alguns operadores que não serão capazes de fazer hedge e poderão quebrar”, disse Hayes em um tuíte.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 17h50
Ibovespa cai 11,50% em junho e 5,99% no primeiro semestre

No pregão de hoje, Fleury disparou 16,1% após assinar acordo para possível fusão com o Hermes Pardini, que subiu 18,99%

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 17h13
S&P 500 registra pior primeiro semestre desde 1970, Nasdaq fecha trimestre com queda de 1%

O índice Nasdaq, que reúne empresas não financeiras e as de tecnologia, caiu mais de 20% nos últimos três meses, seu pior desempenho desde 2008

José Eduardo Costa Atualizado em 30.jun.2022 às 17h52
Bitcoin está a caminho de registrar sua pior perda trimestral em mais de uma década

O bitcoin perdeu cerca de 58% de seu valor no segundo trimestre de 2022, sua pior queda trimestral em mais de uma década

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 15h17
Dólar apaga ganhos e fica abaixo dos R$ 5,20

Moeda americana chegou a R$ 5,27 na máxima do dia