Lojas Renner lucra R$ 191,6 milhões no 1º tri, revertendo prejuízo de R$ 147,7 milhões

Receita líquida avançou 65,2% de janeiro a março de 2022 ante igual período de 2021, para R$ 2,61 bilhões.

Lojas Renner (Foto: Divulgação)

A Lojas Renner registrou lucro atribuído aos controladores de R$ 191,6 milhões no primeiro trimestre de 2022, revertendo prejuízo de R$ 147,7 milhões de igual período de 2021.

A receita líquida avançou 65,2% no comparativo trimestral, para R$ 2,61 bilhões. A receita líquida de varejo somou R$ 2,29 bilhões, alta de 63,4%.

As vendas em mesmas lojas avançaram 59,5%, enquanto o faturamento bruto digital foi de R$ 434 milhões, avanço de 38,7%. Já a penetração das vendas digitais foi de 15,1%, perda de 2,7 pontos percentuais ante o primeiro trimestre de 2021%.

Os serviços financeiros da Renner somaram lucro de R$ 85,2 milhões, alta de 22,4% ante o primeiro trimestre de 2021.

O Ebitda total foi de R$ 378,9 milhões entre janeiro e março, salto de 1.247,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A margem Ebitda total ajustada avançou 14,9 pontos percentuais, para 17,2%.

As despesas operacionais cresceram 24,9%, para R$ 114,1 milhões.

O caixa líquido da companhia chegou a R$ 1,97 bilhão ao fim de março, ante uma dívida líquida de R$ 975,3 milhões no mesmo período de 2021.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 24.maio.2022 às 19h58
‘Travamos o bom combate’, disse Coelho, por WhatsApp, em mensagem de despedida

Funcionários relatam clima de falta de rumo com demissão de José Mauro Coelho; indicado para o posto é Caio Paes de Andrade

Redação IF Atualizado em 24.maio.2022 às 14h35
SpaceX, de Elon Musk, vai lançar satélites brasileiros

A Aeronáutica informou que o país lançará até a próxima segunda-feira dois satélites-radar com a SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk

Diogo Rodriguez Atualizado em 23.maio.2022 às 16h52 Duração 1 min.
O que é uma fintech? O que ela faz?

Qual é a diferença das fintechs para os bancos tradicionais? Saiba mais no Me Explica na IF