Ibovespa fecha em alta no dia, mas termina 2021 com perda acumulada de 11,9%

Economia fraca, inflação em alta e juros subindo explicam baixa anual

Unidade produtiva da Vale (Foto: Claudio Belli/Valor)

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, foi destaque no mercado financeiro nesta quinta-feira (30). Como a empresa tem o segundo maior peso no Ibovespa, ajudou o principal índice acionário da Bolsa de Valores brasileira, a B3, a subir no pregão de hoje.

O movimento foi menor do que o de costume, por causa da festa de Ano Novo. Os bancos e o mercado financeiro brasileiro estarão fechados de sexta (31) até segunda (3), o que deixa os investidores mais cautelosos. Poucos foram os que farão grandes transações hoje.

No fechamento, a ação da Vale teve alta de 0,92%, a R$ 77,96. As siderúrgicas também se destacaram: a Gerdau subiu 0,48%, a R$ 27,26, enquanto o papel preferencial da Usiminas avançou 2,4%, a R$ 14,51.

O Ibovespa subiu 0,69%, para 105.141 pontos, mas terminou o ano com queda acumulada de 11,9%. O principal motivo é a dificuldade da economia do país para se recuperar da crise causada pela pandemia de Covid-19. Além disso, a inflação em alta e o aumento dos juros contribuíram para deixar a renda fixa mais atrativa, tirando investidores da Bolsa.


Você também pode gostar
Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 20h04
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 19h58
Twitter tem sétimo dia de queda e recua 8,2% em NY em meio a incertezas de aquisição

Elon Musk disse que as negociações estão suspensas até ter mais dados sobre a atuação de contas falsas na plataforma

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h25
Ações da Infracommerce têm forte queda após notícia de demissões na empresa

Os desligamentos teriam ocorrido por conta de 'mudanças no orçamento'

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h16
Estrangeiros já sacaram R$ 12,6 bilhões da Bolsa em maio

Movimento positivo no ano diminuiu para R$ 45,03 bilhões