Ibovespa cai 11,50% em junho no pior mês para o mercado local desde março de 2020

Índice perde 5,99% no primeiro semestre

Bolsa B3 (Foto: Divulgação)

Enquanto os mercados acionários globais seguem pressionados pelos temores de recessão e, internamente, investidores temem que o governo siga ampliando seus gastos com viés eleitoreiro, o Ibovespa vai firmando trajetória de queda no ano.

Após recuar 1,08% na sessão desta quinta-feira, aos 98.541 pontos, o índice fechou junho com queda de 11,50% e o primeiro semestre com depreciação de 5,99%. A sessão foi marcada por quedas praticamente generalizadas, entre ativos ligados às commodities e também à economia doméstica.

Via ON tombou 8,13%, CSN ON caiu 6,42% e JHSF ON perdeu 5,66%. Na outra ponta, Fleury ON disparou 16,1% após assinar acordo com o Hermes Pardini para possível fusão. O laboratório mineiro avançou 18,99%.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico