Sony entra no mercado de carros elétricos e pretende ter marca própria de veículos

Anúncio foi feito no Las Vegas Tech Show (CES), maior evento de tecnologia do mundo

Foto: Reprodução/Twitter

O CEO da Sony Group Corporation, Kenichiro Yoshida, confirmou a entrada da gigante japonesa no mercado de automóveis elétricos. O anúncio da criação de uma subsidiária focada em mobilidade (Sony Mobility) foi feito no Las Vegas Tech Show (CES), maior evento de tecnologia do mundo, realizado nos Estados Unidos.

A fabricante de eletrônicos ainda revelou um novo protótipo de seu veículo elétrico Vision-S, que já está sendo testado nas ruas. O movimento indica que a Sony pretende ter uma marca própia de veículos e não apenas fornecer tecnologia a outras montadoras.

“Acreditamos que a Sony está bem posicionada como uma empresa de entretenimento criativo para redefinir a mobilidade”, disse Yoshida durante a apresentação do utilitário esportivo elétrico de sete lugares.

Com informações do Valor PRO e agências


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 11.maio.2022 às 15h42
Regulamentação de mídia social cresce à medida que Musk planeja assumir controle do Twitter

Saiba por que mais países estão tomando medidas para obrigar as plataformas de mídia social a proteger os usuários

Manhã Inteligente Publicado em 11.maio.2022 às 11h22
Ata do Copom, medidas do governo para frear a inflação e NFTs no Instagram

No Manhã Inteligente, Isabella Carvalho e Victor Vietti falam sobre os assuntos que podem afetar seus investimentos nesta quarta (11)

Redação IF Atualizado em 10.maio.2022 às 11h12
Ações da Eve, subsidiária da Embraer, estreiam na Bolsa de Nova York

A partir de hoje a empresa passará a ter ações negociadas na Bolsa de Nova York

Valor Econômico Publicado em 05.maio.2022 às 08h32
Grandes grupos de tecnologia perdem US$ 1,4 trilhão na bolsa

Valor de mercado cai em meio a juros altos, falta de insumos e novos hábitos de consumo

Redação IF Publicado em 27.abr.2022 às 17h29
Spotify puxa queda de ‘big techs’ em NY; Netflix acumula perda de 46% em uma semana

Em meio aos resultados financeiros do primeiro trimestre deste ano, gigantes de tecnologia fecharam em queda em Nova York