Softbank lidera rodada de R$ 600 milhões na Open Co, a fintech de crédito que uniu Geru e Rebel

É a segunda rodada do ano, acompanhada pelo IFC, Raiz Investimentos e LTS, veículo do trio Lemann, Telles e Sicupira

Reiss, cofundador da Open Co: expansão da carteira de crédito. Foto: Divulgação

A Open Co, empresa resultante da fusão da Geru e da Rebel no ano passado, acaba de levantar R$ 600 milhões numa rodada liderada pelo fundo japonês Softbank, com participação dos já acionistas Raiz Investimentos, IFC e LTS, veículo do trio Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira. A série D é a segunda captação da fintech no ano: em março, a Open Co havia levantado R$ 150 milhões com a subsidiária do Banco Mundial e com o Goldman Sachs.

A informação é do Pipeline, site de negócios do Valor Econômico.

A Open Co não releva seu atual valor de mercado. A primeira rodada do ano foi basicamente para financiar essa junção de operações, unificando as plataformas tecnológicas, processos e ajustando produtos. Agora, o volume relevante de capital vai dar fôlego ao crescimento, com expansão da equipe, investimento em tecologia e novos produtos, além de funding para a concessão de crédito.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 10h11
O que Elon Musk deve discutir na passagem pelo Brasil

Bilionário terá encontro com o presidente Jair Bolsonaro e empresários

Valor Econômico Publicado em 18.maio.2022 às 12h14
Entenda o que o governo faz com o lucro da Petrobras

Estatal destaca que o pagamento de dividendos é obrigatório em caso de lucro para qualquer empresa de capital aberto

Leonardo Guimarães Atualizado em 18.maio.2022 às 11h34
Duelo IF: JBS ou Marfrig, em qual investir?

Duas gigantes do setor de alimentos disputam a sua atenção como investidor