Petrobras tem novo presidente; sai José Mauro Coelho, entra Caio Paes de Andrade

Coelho ficou 40 dias no cargo e foi dispensado por Bolsonaro, que vem reclamando dos aumentos dos combustíveis

Plataforma P-51 da Petrobras (Foto: Petrobras/Divulgação)

O presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, foi demitido do cargo por Jair Bolsonaro apenas 40 dias após ser nomeado. No lugar dele, assume Caio Mário Paes de Andrade, atualmente secretário especial de desburocratização da equipe de Paulo Guedes no Ministério da Economia. O anúncio foi feito há pouco pelo Ministério de Minas e Energia.

Bolsonaro tem criticado duramente a política de preços da Petrobras, que acompanha as cotações do combustível no mercado internacional. As fortes altas da gasolina, do gás de cozinha e do diesel neste ano têm contribuído para impulsionar a inflação e ameaçar a reeleição de Bolsonaro.

Em comunicado, o ministério deixa claro o motivo da mudança. “O Brasil vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais. Adicionalmente, diversos fatores geopolíticos conhecidos por todos resultam em impactos não apenas sobre o preço da gasolina e do diesel, mas sobre todos os componentes energéticos”, diz o documento publicado em seu site. “Dessa maneira, para que sejam mantidas as condições necessárias para o crescimento do emprego e renda dos brasileiros, é preciso fortalecer a capacidade de investimento do setor privado como um todo. Trabalhar e contribuir para um cenário equilibrado na área energética é fundamental para a geração de valor da empresa, gerando benefícios para toda a sociedade.”

Desde que o ministro de Minas e Energia foi trocado, em 11 de maio, teme-se uma maior intervenção do governo na administração da companhia. Bento Albuquerque foi substituído por Alberto Sachsida, também membro da equipe do Ministério da Economia e bolsonarista convicto. Coelho havia convencido Albuquerque de que a companhia não poderia ceder à pressão de Bolsonaro para controlar os preços, mas, quando o ministro caiu, a Petrobras entendeu que também havia caído o último entrave para a adoção de uma política de controle de preços.

Entre as medidas aventadas pela equipe econômica nos últimos dias para tentar amortecer o impacto dos aumentos, está fixar um prazo de 100 dias para os ajustes, reduzindo a volatilidade e proporcionando mais previsibilidade para os motoristas.

Terceiro presidente da Petrobras na gestão Bolsonaro, Andrade é formado em comunicação social pela Unip (Universidade Paulista), pós-graduado em administração e gestão pela Universidade Harvard e mestre em administração de empresas pela Universidade Duke, segundo o ministério.

“O indicado reúne todos as qualificações para liderar a companhia a superar [sic] os desafios que a presente conjuntura impõe, incrementando o seu capital reputacional, promovendo o contínuo aprimoramento administrativo e o crescente desempenho da empresa, sem descuidar das responsabilidades de governança, ambiental e, especialmente, social da Petrobras”, afirma o comunicado. “O governo renova o seu compromisso de respeito à governança da empresa, mantendo a observância dos preceitos normativos e legais que regem a Petrobras.”


Você também pode gostar
JOTA Atualizado em 24.jun.2022 às 21h08
ANÁLISE: Por que suspeita sobre Bolsonaro vazar informações para Milton Ribeiro não deve ter consequências jurídicas?

Outros casos de suspeita de corrupção e de interferência na PF envolvendo o presidente não avançaram na Justiça, diz Felipe Recondo, do JOTA

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h45
Diesel e gasolina sobem e preços nos postos atingem recorde histórico, diz ANP

Diesel sobe pela terceira semana seguida. Gasolina inverteu movimento de queda e teve nova alta

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h11
NY: Bolsas fecham em alta e quebram sequencia de três semanas de perdas; Nasdaq acumula alta de 7,5%

Ainda que o medo por uma recessão continue presente, o temor vem sendo calibrado, com analistas enxergando exagero nas projeções

Redação IF Atualizado em 24.jun.2022 às 17h58
Como o TikTok se tornou uma máquina de fazer dinheiro?

Plataforma vai triplicar receita publicitária este ano, para US$ 12 bi e ainda amplia ganho de tiktokers, avança em games e e-commerce

Papo de Finanças Publicado em 24.jun.2022 às 17h04 Duração 8 min.
Como ter segurança nos investimentos?

Você está se sentindo aflita com tanta instabilidade na economia? Nina Silva explica o que fazer em momentos tão tensos

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 16h21
Americanos buscam ações defensivas com medo da recessão

Investidores monitoram o Fed, que quer derrotar a inflação a qualquer custo

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h57
Dólar apresenta volatilidade e bate R$ 5,27 na máxima

Moeda americana opera sem uma tendência definida

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h53
Inflação e baixa renda inibem recuperação do consumo no Brasil

Indicador da FGV mostrou uma melhora da confiança entre as faixas de maior poder aquisitivo

JOTA Publicado em 24.jun.2022 às 12h39
Projeto transforma créditos de ICMS em ativos virtuais para negociação

Proposta tenta incentivar as exportações no país; especialista afirma que projeto é importante, mas ainda imaturo