Petrobras paga R$ 24,23 bi em dividendos e juros sobre capital próprio

A segunda parcela está prevista para 20 de julho

taxa de juros
Foto: Leo Pinheiro/Agência O Globo

A Petrobras irá pagar nesta segunda-feira (20) o montante de R$ 24,23 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio (JCP), o equivalente R$ 1,857745 por ação ordinária e preferencial, na primeira parcela de remuneração aos acionistas aprovada pelo conselho de administração em reunião realizada em maio. A segunda parcela está prevista para 20 de julho.

Tem direito aos proventos os acionistas posicionados em 23 de maio.

O valor correspondente ao JCP, de R$ 0,430177 bruto por ação ordinária e preferencial em circulação, terá incidência de imposto de renda na fonte, exceto para os acionistas cujos dados cadastrais comprovem a condição de imunes, isentos ou acionistas domiciliados em países ou jurisdições para os quais a legislação estabeleça tratamento diverso, diz a Petrobras, em comunicado ao mercado.

O pagamento será efetuado pelo Banco Bradesco, instituição depositária das ações escriturais de emissão da Petrobras, e para os acionistas com ações custodiadas na B3, o pagamento será efetuado através de suas respectivas corretoras, de acordo com o comunicado enviado à Comissão de valores Mobiliários (CVM).

Para os detentores de recibos de ações (ADRs), o pagamento ocorrerá a partir do dia 27 de junho, por meio do J.P. Morgan Chase Bank, banco depositário dos ADRs da Petrobras, diz a nota. Os dividendos e JCP não reclamados no prazo de três anos, a contar da data de hoje, prescreverão e reverterão em favor da companhia, segundo a Petrobras.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 17h45
Juros futuros fecham em queda, em linha com taxas dos títulos públicos globais

Medo de recessão nos EUA pesou mais do que riscos fiscais no Brasil

Papo de Finanças Atualizado em 02.jul.2022 às 08h21
Como as eleições interferem nos seus investimentos?

De alguma maneira, seu bolso será afetado pelas eleições do fim do ano. O que pode acontecer? Nina Silva explica

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 15h13
Dólar dispara e supera R$ 5,33 com temores de recessão global no radar

Mercado também repercute aprovação de PEC que libera gasto bilionário às vésperas das eleições