Netflix enfrenta desaceleração do crescimento e demite mais 150 funcionários

Os cortes de empregos representam cerca de 2% da força de trabalho total da Netflix

netflix-sede-california-scaled
A veiculação de anúncios é uma resposta aos questionamentos sobre o modelo de negócio da empresa e sua capacidade de rentabilização

A Netflix disse que está cortando cerca de 150 funcionários em uma nova rodada de demissões, enquanto a empresa de streaming enfrenta a desaceleração do crescimento da receita e uma base de assinantes cada vez menor.

Uma porta-voz da empresa disse que a maioria dos funcionários demitidos está nos Estados Unidos e que as demissões se basearam, principalmente, nas necessidades dos negócios, e não no desempenho individual.

Os cortes de empregos representam cerca de 2% da força de trabalho total da Netflix. Segundo uma fonte, parte das demissões foi no departamento de entretenimento da plataforma de streaming.

Recentemente, 25 pessoas do departamento de marketing foram demitidas, sendo que parte do grupo trabalhava no site de conteúdo vinculado ao catálogo da Netflix, o Tudum.

As demissões anunciadas ocorrem após a empresa registrar no mês passado sua primeira perda trimestral de assinantes em mais de uma década. A empresa perdeu 200 mil assinantes no primeiro trimestre, enquanto esperava adicionar 2,5 milhões.

Hoje, as ações da Netflix subiram 2,17% na Nasdaq, a US$ 190,56. Porém, no ano, acumulam queda perto de 70%.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h11
NY: Bolsas fecham em alta e quebram sequencia de três semanas de perdas; Nasdaq acumula alta de 7,5%

Ainda que o medo por uma recessão continue presente, o temor vem sendo calibrado, com analistas enxergando exagero nas projeções

4 min
Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 16h21
Americanos buscam ações defensivas com medo da recessão

Investidores monitoram o Fed, que quer derrotar a inflação a qualquer custo

3 min
Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h57
Dólar apresenta volatilidade e bate R$ 5,27 na máxima

Moeda americana opera sem uma tendência definida

2 min
Redação IF Atualizado em 23.jun.2022 às 16h27
Carteira recomendada Itaú: sai Banco do Brasil entra Bradesco

Banco faz parte das recomendações de duas carteiras: Top 5 e a de Dividendos

3 min
Redação IF Publicado em 23.jun.2022 às 15h19
Seca de IPOs brasileiros traz 1º semestre mais fraco desde 2016

Nenhuma empresa brasileira abriu capital neste ano até dia 20 de junho, contra 29 transações que levantaram US$ 6,9 bilhões no mesmo período no ano passado

2 min
Redação IF Atualizado em 23.jun.2022 às 19h23
‘Timing’ para estreia na Nasdaq foi excelente, diz CEO do Inter; ações fecham em forte queda em NY

O primeiro dia foi negativo para os ativos, fechando com uma forte baixa de 12,56%, a US$ 3,48

8 min