Itaú Unibanco lança nova funcionalidade para pagamentos com Pix

Será possível utilizar contas de outros bancos via Pix do Itaú

Será possível fazer operações via Pix do Itaú com contas de outros bancos (Foto: Divulgação)

O Itaú Unibanco foi autorizado pelo Banco Central para operar como Iniciador de Transações de Pagamento (ITP). Esta é uma nova funcionalidade do Open Finance para pessoas físicas e jurídicas.

Com ela, será possível utilizar o saldo de contas em quaisquer instituições financeiras diretamente pelos canais (aplicativo e site) do Itaú para realizar pagamentos e transferências. Ou seja, será possível realizar um pagamento via Pix pelo Itaú com o saldo de uma conta no Bradesco.

Na fase-piloto, a novidade está disponível para transferências via Pix para uma base selecionada de colaboradores e clientes, e que será expandida progressivamente. Em breve, a solução poderá ser utilizada em todo o Brasil.

“Essa é mais uma iniciativa que mostra o quanto estamos empenhados em nossa agenda de inovação, com o compromisso de proporcionar aos clientes, o mais rápido possível, todos os benefícios que o Open Finance permite. Neste contexto, também estamos evoluindo na implementação do agregador de contas, que permitirá a visualização dos saldos de quaisquer contas correntes e de pagamentos, sejam elas do Itaú ou de outros bancos, a partir dos nossos canais digitais”, afirma Marcos Cavagnoli, diretor do Itaú Unibanco.

“Com a união dos dois recursos, nossos clientes poderão desfrutar de toda a experiência de uso oferecida pelo app do Itaú para também fazer uma melhor gestão da sua vida financeira e realizar transações a partir dos valores que possuem em outras instituições. De forma prática, será possível ver os saldos de três ou mais contas correntes diferentes por meio do aplicativo do Itaú e ainda movimentá-las neste mesmo ambiente”, completa Cavagnoli.

A iniciação de pagamentos também abre a possibilidade de simplificar o pagamento em compras virtuais em sites e aplicativos de lojas online, permitindo que os clientes adquiram produtos ou serviços nas plataformas de comercio eletrônico e ser direcionado para os canais do banco apenas para concluir a transação.

Além de contar com todos os atributos de segurança e proteção de dados do Itaú, o processo é regulado e homologado pelo Banco Central e possui uma etapa de dupla validação (com as outras instituições financeiras detentoras das contas de onde os recursos serão transferidos) para assegurar ainda mais tranquilidade aos clientes que optarem por utilizar esse recurso.


Você também pode gostar
Gustavo Zanfer Atualizado em 19.maio.2022 às 14h51
Como montar uma carteira de longo prazo?

É difícil, mas é importante ter uma estratégia financeira para daqui a alguns anos

Listas IF Atualizado em 18.maio.2022 às 17h29 Duração 1 min.
Pense bem antes de gastar no cartão de crédito

O que você pode fazer para gastar com sabedoria (e sem afobação)? Maju Marques dá quatro dicas para cuidar do seu dinheiro

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 16h08
Por dentro de uma reunião dos devedores anônimos

Irmandade ajuda as pessoas a se livrarem do vício das compras

Anne Dias Publicado em 13.maio.2022 às 07h00
Qual é o peso da sorte e do azar no mundo dos investimentos?

O antídoto contra esta sexta-feira (13) no seu bolso é a educação financeira

Redação IF Publicado em 12.maio.2022 às 12h41
Magalu lança conta digital sem mensalidade e cartão de crédito para empresas

A fintech Magalu anunciou nesta quinta-feira o lançamento de dois produtos, um cartão de crédito corporativo e uma operação de empréstimo pessoal para pessoas físicas