Citi corta preços-alvo de Americanas, Magazine Luiza e Via com impacto dos juros

No caso de Magazine Luiza e Via, a fraqueza nas lojas físicas, impactadas pela crise macroeconômica, deve pressionar os números das companhias

(Foto: Divulgação)

O Citi cortou o preço-alvo de Americanas de R$ 47 para R$ 43, potencial de alta de 51,6% sobre o fechamento de ontem, reiterando recomendação de compra. Reduziu o preço-alvo de Magazine Luiza de R$ 6,80 para R$ 6,30, potencial de alta de 6,96%, reiterando recomendação neutra. Também diminuiu o preço-alvo de Via de R$ 5 para R$ 4,20, potencial de alta de 22%, reiterando recomendação neutra e de alto risco.

O banco americano revisou estimativas das empresas para o primeiro trimestre, esperando um crescimento de 21% no volume bruto de mercadorias (GMV) do Mercado Livre, a maior do setor, enquanto Americanas deve crescer 16%, Magazine Luiza, 15%, e Via, 6%. O crescimento médio do indicador no segmento deve ficar em 16%.

Os analistas liderados por João Pedro Soares reduziram as perspectivas de lucro das companhias nos primeiros três meses do ano, esperando um impacto da alta nos juros. Eles mantêm preferência por Americanas, com maior sortimento de produtos, loja on-line mais madura e menos exposição ao segmento de eletroeletrônicos.

No caso de Magazine Luiza e Via, a fraqueza nas lojas físicas, impactadas pela crise macroeconômica, deve pressionar os números das companhias, causando uma redução nas estimativas de receitas. A Magalu ainda deve sustentar margens, com o comércio eletrônico de lojistas melhorando o mix de vendas da companhia.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

2 min
Redação IF Publicado em 03.maio.2022 às 13h57
4 min
Manhã Inteligente Publicado em 29.abr.2022 às 14h42
Processo contra Vale nos EUA, novo país adota bitcoin, aumentos no varejo

Isabella Carvalho e Victor Vietti comentam o processo contra a Vale nos EUA pela tragédia de Brumadinho, aumentos no varejo e bitcoin na República Centro-Africana

Valor Econômico Publicado em 28.abr.2022 às 07h41
Nova onda de reajustes de preços avança na indústria e no varejo

Pressões estão em linha branca, alimentos e bebidas, e afetam o comércio eletrônico

6 min
Redação IF Publicado em 20.abr.2022 às 14h18
Carteira digital PicPay adiciona Shopee ao seu marketplace

Aplicativo de pagamentos conta atualmente com mais de 65 milhões de usuários

1 min
Anne Dias Publicado em 19.abr.2022 às 15h33
Cortes do Manhã Inteligente: inflação impacta ações de varejo e bancos

A análise vale tanto para investimentos dentro quanto fora do Brasil

2 min
Leonardo Guimarães Atualizado em 15.maio.2022 às 21h22 Duração 6 min.
Duelo de ações: Via ou Magalu, em qual investir?

Conheça as características das duas gigantes do varejo

Redação IF Publicado em 14.abr.2022 às 19h16
Agência internacional mantém nota de crédito em brAAA para o Magazine Luiza

Otimismo veio da posição de caixa, melhora do capital de giro e expectativa de aumento do lucro operacional

3 min