Arezzo fará oferta restrita de ações e poderá levantar até R$ 829 milhões

Companhia prevê utilizar os recursos para desenvolvimento das marcas, abertura de lojas, investimentos em supply, centro de distribuição, modelo de abastecimento, tecnologia e fusões e aquisições

loja arezzo
Foto: Divulgação/Arezzo

A Arezzo informou nesta quinta-feira (27) que seu conselho de administração aprovou a realização de oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias. Serão ofertadas inicialmente 7,5 milhões de novas ações na oferta restrita, nos termos da Instrução 476 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com esforços de colocação no Brasil e no exterior.

Até a data de conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento (“bookbuilding”), a quantidade de ações inicialmente ofertada poderá ser acrescida em até 35%, ou seja, em até 2,625 milhões de novas ações. Conforme o cronograma da oferta subsequente de ações (“follow-on”), o encerramento do procedimento de bookbuilding e a fixação do preço da ação ocorrerá em 3 de fevereiro, com início da negociação das novas ações na B3 no dia 7 de fevereiro.

Com base na cotação de fechamento das ações da companhia no fechamento do pregão da B3 desta quarta-feira (26), de R$ 81,91, o montante total da oferta seria de R$ 614,325 milhões, sem considerar as ações adicionais, e de R$ 829,338 milhões, considerando o lote adicional.

A companhia do setor de calçados informa ainda, no fato relevante, que pretende utilizar integralmente os recursos líquidos provenientes da oferta para investimentos em ativos de longo prazo, “incluindo desenvolvimento das marcas e abertura de lojas; investimentos em supply, centro de distribuição e modelo de abastecimento; investimentos em tecnologia, plataforma digital e omnicanalidade; M&As (fusões e aquisições)”.

Os bancos coordenadores da oferta são Itaú BBA, BTG Pactual, Bank of America Merrill Lynch, XP Investimentos e Santander.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 18h48
Fleury compra Pardini e se aproxima da Dasa no setor de diagnóstico; fusão não altera perspectiva de crescimento, diz Itaú BBA

As ações da Pardini fecharam com alta de 18,99%, negociadas a R$ 19,99, e as da Fleury subiram 16,10%, cotadas a R$ 16,30

Glossário IF Publicado em 30.jun.2022 às 17h10
O que é o balanço patrimonial ou contábil de uma empresa?

Ele serve para mostrar se uma empresa está saudável ou não. Saiba mais no Glossário IF

Entrevista da Semana Publicado em 29.jun.2022 às 09h23
Como o empreendedor pode se destacar dos concorrentes?

O que fazer para chamar a atenção do cliente? A empreendedora Isabela Akkari conta sua história na Entrevista da Semana

Valor Econômico Publicado em 29.jun.2022 às 08h27
Andrade toma posse sem discurso na Petrobras

Paes de Andrade toma posse como presidente da Petrobras e busca se informar sobre verbas de publicidade e indicações ao conselho da empresa

Redação IF Publicado em 28.jun.2022 às 16h45
iFood faz cortes e reduz contratações pela metade

A empresa comunicou a reestruturação de algumas áreas

Valor Econômico Publicado em 28.jun.2022 às 07h57
Tecnologia 5G será disseminada mais rapidamente do que o 4G

Velocidade de expansão deve reduzir preço de celulares compatíveis