Resultados ruins da Natura &Co no 1º tri já eram esperados e não há perspectiva de melhora, diz Ativa

Nesta sexta-feira, os papéis da Natura aceleraram as perdas, revertendo os ganhos de mais de 2%, na abertura dos negócios na B3

(Foto: Divulgação)

Já era esperado que a Natura fosse apresentar resultados ruins no primeiro trimestre, como antecipado pela própria empresa em sua prévia, impactada pelos custos decorrentes do conflito entre Rússia e Ucrânia e o cenário macroeconômico desafiador, diz a Ativa Investimentos.

O gerente de pesquisa Pedro Serra escreve que a projeção de receitas entre R$ 8,2 bilhões e R$ 8,25 bilhões veio em linha com o esperado, enquanto a margem Ebitda entre 7% e 7,3% vai ficar até 1,5 ponto percentual mais pressionada que o projetado.

A casa diz que, nos termos apresentados pela companhia e considerando que o cenário desafiador deve se perpetuar por mais algum tempo, não veem possibilidade de recuperação significativa nos resultados no primeiro semestre.

Citi corta recomendação da Natura

O Citi cortou a recomendação de Natura de compra para neutra com alto risco e rebaixou o preço-alvo de R$ 36 para R$ 26. Os analistas Cristian Ashwell, Felipe Reboredo, João Pedro Soares e Sergio Matsumoto dizem estar adotando uma postura mais conservadora e reduzindo as estimativas de lucros, dada a volatilidade dos resultados e a falta de visibilidade dos potenciais impactos dos conflitos entre a Rússia e a Ucrânia na companhia.

Há pouco, nesta sexta-feira, os papéis da Natura aceleraram as perdas e caíam 3,6%, a R$ 20,44, revertendo os ganhos de mais de 2% exibidos na abertura dos negócios na B3.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h16
Bolsas asiáticas fecham em alta após China cortar taxa de juros

Mesmo assim, os investidores seguem atentos à perspectiva de aumento dos juros nos EUA

3 min
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h09
Fundos de ações de Petrobras e Vale renderam até 25 vezes mais que o FGTS desde o lançamento

Trabalhador poderá usar dinheiro do fundo de garantia para comprar ações da Eletrobras

2 min
Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 13h41
Bolsas americanas perdem US$ 1,5 tri em um dia, e índices operam em queda nesta quinta

Temor de inflação global maior e recessão nos EUA leva nervosismo aos mercados. Na Europa, pregões operam em queda de mais de 2%

1 min
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 10h53
Como o trabalhador poderá usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras

Tipo de investimento já foi feito anteriormente em vendas de ações da Petrobras e da Vale

3 min