Ibovespa fecha em queda, dólar vai a R$ 5,66 e Comissão aprova PEC que permite furar teto de gastos

Mercado reage às notícias evidenciando o receio de que o governo abra caminho para o descontrole fiscal

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Nesta quinta-feira (21), o mercado reagiu às notícias evidenciando o receio de que o governo fure o teto de gastos e abra caminho para o descontrole fiscal. O Ibovespa, principal índice da B3, fechou em forte queda nesta quinta-feira. O índice caiu 2,75%, aos 107.735 pontos, menor patamar desde novembro de 2020. O dólar subiu 1,92%, comercializado a R$ 5,6651, maior valor desde abril. Na máxima do dia, chegou a R$ 5,6899.

Após o fechamento do mercado financeiro, houve uma debandada na equipe do Ministério da Economia. Saíram quatro integrantes: o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal; o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Jeferson Bittencourt; a secretária-especial-adjunta de Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas; e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo. Ainda não há substitutos anunciados.

Segundo o comunicado divulgado à imprensa por Funchal e Bittencourt, ambos saem por questões de ordem pessoal. “Funchal e Bittencourt agradecem ao ministro pela oportunidade de terem contribuído para avanços institucionais importantes e para o processo de consolidação fiscal do país”, diz a nota.

Mais tarde, a comissão especial criada na Câmara para analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios aprovou o texto-base da proposição por 23 votos a 11. A nova versão da PEC dos Precatórios abre espaço para gastos adicionais de R$ 83 bilhões em 2022. Vencida a etapa da comissão, o texto seguirá para o plenário, onde precisa obter pelo menos 308 votos em dois turnos para ser aprovado.

Caso a PEC seja aprovada pelos deputados, o governo libera recursos para pagar o novo programa social Auxílio Brasil, que deve substituir o Bolsa Família. A intenção é que cada família beneficiária do novo programa receba, pelo menos, R$ 400 por mês no próximo ano.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 07h26
Freio na economia chinesa deve fazer Brasil crescer menos

Analistas projetam expansão menor em 2023 e inflação global maior, também devido à guerra na Ucrânia e à alta de juros nos EUA

Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 12h23
Sondagem da XP vê inflação no fim de 2022 maior do que projeção do último Focus

Divulgação do relatório do Banco Central está paralisada por causa da greve dos servidores

Manhã Inteligente Publicado em 16.maio.2022 às 10h50
Greve no Banco Central, dados econômicos de Brasil e EUA, novo índice agro na B3

Isabela Carvalho e Victor Vietti comentam esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos