NY: S&P 500 perde 0,39% e Nasdaq cai 1,20% com temor sobre inflação e desaceleração econômica nos EUA

Os setores de tecnologia e consumo discricionário lideraram as perdas

Os três principais índices acionários de Wall Street terminaram sem direção única no pregão desta segunda-feira. A sessão foi marcada por uma forte instabilidade do S&P 500, enquanto o Nasdaq se manteve no vermelho e o Dow Jones ficou acima da linha d’água ao longo do dia. Ainda paira no ar a apreensão acerca do ritmo com que o Federal Reserve (Fed) vai seguir seu aperto monetário para controlar a inflação, e o medo é de que a movimentação seja forte e leve a maior economia do planeta a uma retração econômica. Enquanto isso, a China, a segunda maior potência do planeta, dá sinais de fraqueza após bloqueios para controlar a nova onda de covid.

No fim da sessão de hoje, o índice Dow Jones terminou em alta de 0,08%, a 32.223,42 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,39%, a 4.008,01 pontos, e o Nasdaq caiu 1,20%, a 11.662,79 pontos. Entre os índices setoriais do S&P 500, o melhor desempenho ficou com o segmento de energia, com ganhos de 2,62%. O setor se beneficiou do avanço dos preços do petróleo, cujos contratos WTI e Brent (ambos para julho) tiveram ganhos superiores a 2,4%, e eus preços ficam acima de US$ 110 o barril. As ações da Chevron subiram 3,08%, enquanto as da Exxon Mobil cresceram 2,44%.

Na ponta das quedas, os setores de consumo discricionário e tecnologia voltaram a liderar as perdas, com recuos de 2,12%, e 0,91%, respectivamente. No caso do primeiro grupo, pesou a forte retração das ações da Tesla (-5,88%). No segundo, as ações da Apple caíram 1,07%.

Também é destaque hoje o recuo das ações do Twitter, com perda de 8,18%, depois que Elon Musk disse no sábado que a equipe jurídica da empresa o acusou de violar um acordo de confidencialidade. Musk disse na sexta-feira que sua aquisição de US$ 44 bilhões da empresa de mídia social estava “em espera”, fazendo com que as ações da empresa caíssem quase 10%.

Em relação aos dados econômicos, hoje o índice Empire State de atividade industrial frustrou as expectativas. A projeção era de que o indicador fechasse em +16,5 pontos em maio, enquanto o número final foi -11,6 pontos, indicando uma retração da atividade. A leitura da Pantheon Macroeconomics é de que o índice Empire State tem sido ainda mais errático do que o normal nos últimos meses, mas o salto inesperado em abril nunca pareceu sustentável. “A única questão era o tamanho da correção.”

Ainda sobre dados, os investidores reagiram hoje também aos números decepcionantes sobre a atividade econômica chinesa em abril, quando os bloqueios por causa da covid-19 cobraram seu preço. As vendas no varejo caíram 11,1%, em base anual, e a produção industrial recuou 2,9% também em relação ao ano anterior, ficando ambas piores que o esperado.

Hoje, as ações da Spirit Airlines subiram 13,6%, depois que a JetBlue Airways lançou uma oferta de aquisição para sua rival.

O dólar seguiu fraco no exterior nesta segunda-feira, com o índice DXY recuando 0,32% perto das 17h20. No mesmo horário, o rendimento da T-note de dez anos operava em queda, a 2,886%, de 2,933% da última sessão. Com a fraqueza de ambos, hoje o ouro terminou a sessão em alta de 0,32%, a US$ 1.814,0 a onça-troy.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h11
NY: Bolsas fecham em alta e quebram sequencia de três semanas de perdas; Nasdaq acumula alta de 7,5%

Ainda que o medo por uma recessão continue presente, o temor vem sendo calibrado, com analistas enxergando exagero nas projeções

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 16h21
Americanos buscam ações defensivas com medo da recessão

Investidores monitoram o Fed, que quer derrotar a inflação a qualquer custo

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h57
Dólar apresenta volatilidade e bate R$ 5,27 na máxima

Moeda americana opera sem uma tendência definida

Redação IF Atualizado em 23.jun.2022 às 16h27
Carteira recomendada Itaú: sai Banco do Brasil entra Bradesco

Banco faz parte das recomendações de duas carteiras: Top 5 e a de Dividendos

Redação IF Publicado em 23.jun.2022 às 15h19
Seca de IPOs brasileiros traz 1º semestre mais fraco desde 2016

Nenhuma empresa brasileira abriu capital neste ano até dia 20 de junho, contra 29 transações que levantaram US$ 6,9 bilhões no mesmo período no ano passado

Redação IF Atualizado em 23.jun.2022 às 19h23
‘Timing’ para estreia na Nasdaq foi excelente, diz CEO do Inter; ações fecham em forte queda em NY

O primeiro dia foi negativo para os ativos, fechando com uma forte baixa de 12,56%, a US$ 3,48