IF HOJE: PIB cai 0,1% no terceiro trimestre, aponta IBGE

Resultado foi influenciado por uma forte queda da agricultura, apesar de um avanço do setor de serviços

Rua de comércio no centro do Rio de Janeiro (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O IBGE divulgou nesta quinta-feira (2) que o PIB (Produto Interno Bruto), que é soma dos bens e serviços finais produzidos no país, recuou 0,1% no terceiro trimestre de 2021 na comparação com o segundo trimestre, quando caiu 0,4%. O resultado veio em linha com as previsões do mercado, que apontavam entre um crescimento trimestral de 0,1% e uma queda de 0,1%.

Conforme o IBGE, apesar da alta de 1,1% nos serviços, que respondem por mais de 70% do PIB nacional, o índice foi influenciado para baixo principalmente por conta da queda de 8% na agropecuária e também pelo recuo de 9,8% nas exportações de bens e serviços. Já a indústria ficou estável (0,0%).

O PIB está no patamar do fim de 2019 e início de 2020, período pré-pandemia, e ainda está 3,4% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica na série histórica, alcançado no primeiro trimestre de 2014. Em valores correntes, o PIB atingiu R$ 2,2 trilhões no terceiro trimestre. Em relação ao terceiro trimestre do ano passado, o PIB cresceu 4,0%.

No acumulado do ano até o mês de setembro, o PIB brasileiro apresenta avanço de 5,7% em relação a igual período de 2020.

Por que importa?

Acompanhar a saúde da economia é fundamental para o planejamento financeiro pessoal, do orçamento da família aos investimentos para o futuro. Em tempos de inflação, juros em alta e baixo crescimento, a população perde poder de compra e precisa aprender a se proteger.

Como impacta seus investimentos?

As empresas listadas na Bolsa de Valores devem oscilar conforme a avaliação do desempenho de cada setor no terceiro trimestre e as razões para os movimento. Os papéis que podem sofrer mais são aqueles em que os setores vieram abaixo ou muito piores que as expectativas.

Fique por dentro:

Votação da PEC dos Precatórios

A votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios no plenário do Senado foi adiada ontem para hoje às 9h a pedido do MDB, maior bancada da casa, de modo a priorizar a sabatina de André Mendonça, novo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), aprovado na quarta (1º). É o segundo adiamento consecutivo. Essa proposta abre espaço no orçamento para o pagamento de um novo benefício de R$ 400 mensais para famílias carentes em 2022. Até a decisão definitiva do Congresso, o mercado tende a ficar tenso, porque uma rejeição poderia fazer o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criar esse espaço na canetada, desobedecendo às melhores práticas de administração do orçamento do país.

Ministério das estatais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta (1º) que propôs a a criação do “Ministério do Patrimônio da União” ao presidente Jair Bolsonaro. A pasta ficaria responsável por estatais, imóveis e recebíveis do país.

“Para o novo governo, tem que existir o Ministério do Patrimônio da União, ele tem [patrimônio] de R$ 2 trilhões, R$ 3 trilhões, fora os R$ 2 trilhões de recebíveis. O Estado tem R$ 4 trilhões, R$ 1 trilhão em imóveis, R$ 1 trilhão em estatais, R$ 2 trilhões em recebíveis, uma fortuna incalculável. E o povo pobre, miserável”, afirmou Guedes. Ele defende que uma parte destes recursos sejam destinados a um fundo de erradicação da pobreza.

Juros em alta, ações em baixa

Com a alta nos juros, a XP Investimentos reduziu sua projeção para o Ibovespa (o principal índice acionário do país) no fim de 2022 para 123 mil pontos. Antes, a corretora via o índice aos 132 mil pontos no ano que vem.

Com reportagem de Júlia Moura e Lucas Andrade e edição de Denyse Godoy


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 07h26
Freio na economia chinesa deve fazer Brasil crescer menos

Analistas projetam expansão menor em 2023 e inflação global maior, também devido à guerra na Ucrânia e à alta de juros nos EUA

4 min
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 12h23
Sondagem da XP vê inflação no fim de 2022 maior do que projeção do último Focus

Divulgação do relatório do Banco Central está paralisada por causa da greve dos servidores

2 min
Manhã Inteligente Publicado em 13.maio.2022 às 11h41
Fuga dos estrangeiros na B3, queda das criptomoedas, previsão do PIB

O Manhã Inteligente desta sexta (13), fala sobre a debandada de investidores estrangeiros da B3, a melhora na projeção do PIB e a queda generalizada das criptomoedas

Redação IF Publicado em 09.maio.2022 às 11h18
Bradesco eleva PIB para 1,5% e inflação para 7,5% em 2022

Banco vê uma recuperação do setor de serviços e do mercado de trabalho além das expectativas de início de ano

3 min