IF Hoje: Inflação global preocupa, e mercados devem ter mais um dia tenso

Indicadores da economia dos EUA vão ajudar a balizar as apostas dos investidores nos juros

Operadores trabalham na sede da Bolsa de Nova Iorque
Operadores trabalham na olsa de Valores de Nova York (Foto: Brendan McDermid/Reuters)

Depois de as Bolsas de Valores americanas sofrerem fortes baixas na quarta-feira (18) devido ao temor de que o avanço da inflação vá corroer os ganhos das empresas, os investidores seguem preocupados nesta manhã. Por volta das 8h40, a Bolsa de Frankfurt recuava 1,75% e a de Londres tinha baixa de 2,2%. Divulgada logo cedo, a inflação anualizada na zona do euro continuou no nível recorde de 7,4% em abril, mesmo índice de março.

Indicadores de atividade econômica dos Estados Unidos que serão divulgados ao longo do dia devem ajudar a balizar as expectativas sobre os preços e os juros. Tem pedidos iniciais de seguro-desemprego, o índice de atividade industrial do Fed (Federal Reserve, o banco central americano) de Filadelfia, que é uma referência importante, e o número de casas usadas vendidas em abril.

O maior medo é de estagflação: de que o Fed aumente os juros, a economia desacelere, e os preços continuem subindo.

Fique por dentro

Crescimento global em dúvida

A agência de classificação de risco S&P disse na quarta (18) que o prolongamento da guerra na Ucrânia e o aumento da inflação em todo o mundo ameaçam as perspectivas de crescimento global

Privatização da Eletrobras aprovada

O governo quer registrar venda da Eletrobras nas Bolsas de Nova York e São Paulo na próxima semana. A documentação está pronta para este primeiro passo concreto para desestatizar a empresa. Segundo integrantes do governo que participam da operação, só falta a publicação do acórdão pelo TCU, que autorizou, nesta quarta-feira, a privatização da estatal, por 7 votos a 1.

Agenda

Quinta-feira (19)

  • 9h30 – EUA: pedidos iniciais de seguro-desemprego
  • 9h30 – EUA: índice de atividade industrial do Fed de Filadelfia
  • 11h – EUA: vendas de casas usadas (abril)

Você também pode gostar
JOTA Atualizado em 24.jun.2022 às 21h08
ANÁLISE: Por que suspeita sobre Bolsonaro vazar informações para Milton Ribeiro não deve ter consequências jurídicas?

Outros casos de suspeita de corrupção e de interferência na PF envolvendo o presidente não avançaram na Justiça, diz Felipe Recondo, do JOTA

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h45
Diesel e gasolina sobem e preços nos postos atingem recorde histórico, diz ANP

Diesel sobe pela terceira semana seguida. Gasolina inverteu movimento de queda e teve nova alta

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 18h11
NY: Bolsas fecham em alta e quebram sequencia de três semanas de perdas; Nasdaq acumula alta de 7,5%

Ainda que o medo por uma recessão continue presente, o temor vem sendo calibrado, com analistas enxergando exagero nas projeções

Redação IF Atualizado em 24.jun.2022 às 17h58
Como o TikTok se tornou uma máquina de fazer dinheiro?

Plataforma vai triplicar receita publicitária este ano, para US$ 12 bi e ainda amplia ganho de tiktokers, avança em games e e-commerce

Papo de Finanças Publicado em 24.jun.2022 às 17h04 Duração 8 min.
Como ter segurança nos investimentos?

Você está se sentindo aflita com tanta instabilidade na economia? Nina Silva explica o que fazer em momentos tão tensos

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 16h21
Americanos buscam ações defensivas com medo da recessão

Investidores monitoram o Fed, que quer derrotar a inflação a qualquer custo

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h57
Dólar apresenta volatilidade e bate R$ 5,27 na máxima

Moeda americana opera sem uma tendência definida

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 12h53
Inflação e baixa renda inibem recuperação do consumo no Brasil

Indicador da FGV mostrou uma melhora da confiança entre as faixas de maior poder aquisitivo

JOTA Publicado em 24.jun.2022 às 12h39
Projeto transforma créditos de ICMS em ativos virtuais para negociação

Proposta tenta incentivar as exportações no país; especialista afirma que projeto é importante, mas ainda imaturo