IF HOJE: IBGE divulga o IPCA de abril

A estimativa do mercado gira em torno de uma alta mensal de 1,00%, após o índice subir 1,62% em março

Inflação, preços altos, desvalorização do dinheiro
BC indica que não vai subir juro para além de 13,25% ao ano (Foto: Getty Images)

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica) divulga nesta quarta-feira (11) o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de abril. A atual estimativa do mercado gira em torno de uma alta mensal de 1,00%, após o índice subir 1,62% em março.

Na comparação com abril de 2021, é esperado uma alta de 12,07%, após o índice registrar alta anual de 11,30% em março.

Por que importa?

O IPCA é o índice oficial da inflação no país e é uma régua para o custo de vida dos brasileiros. Além de guiar o planejamento financeiro das famílias, ele é o norte do Banco Central na condução da política econômica e influencia diretamente o patamar de juros no Brasil.

Como impacta seus investimentos?

O Banco Central promove altas na sua taxa básica de juros há um ano para conter a inflação, sem sucesso por enquanto. Caso o IPCA venha acima do esperado, o mercado irá precificar novas altas de juros, o que beneficia ativos de renda fixa pós-fixados. Do contrário, se a inflação perder força, os títulos de renda fixa prefixados ganham valor, bem como as ações, dada a perspectiva de menos altas na Selic.

Fique por dentro:

Brasil assinará acordo com 10 países para acelerar liberação de mercadorias importadas e exportadas

Em busca de maior velocidade na liberação de mercadorias importadas e exportadas, o Brasil assina no próximo dia 19 acordo com outros 10 países da região para que aduanas reconheçam mutuamente empresas que têm bom histórico de cumprimento de regras e, por isso, merecem tratamento diferenciado, mais rápido, para suas cargas. A expectativa é também avançar nos entendimentos com os Estados Unidos para assinar o mesmo tipo de compromisso, disse ao Valor o subsecretário de Aduana e Comércio Exterior, Fausto Vieira Coutinho. A facilitação do comércio é um dos principais itens da agenda bilateral. Além do Brasil, o acordo regional envolverá Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai. Com ele, empresas que têm tratamento expresso aqui terão desembaraço rápido também nos demais países signatários.

Fim da “covid zero” na China poderia causar 1,5 milhão de mortes, aponta pesquisa

A China pode colocar a vida de mais de 1,5 milhão de pessoas em risco se abandonar sua dura política de “covid zero” sem tomar medidas extras — como a ampliação da vacinação e do acesso a tratamentos —, afirmam cientistas chineses e americanos com base em novos modelos estatísticos. O artigo foi escrito por cientistas da Universidade Fudan, de Xangai, com o apoio de pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, e publicado nesta terça-feira (10) na revista “Nature Medicine”. Com base em dados mundiais coletados sobre a gravidade da variante ômicron, eles preveem que, com o fim da política restritiva, o pico de demanda por terapia hospitalar intensiva ultrapassaria em mais de 15 vezes a capacidade do sistema de saúde chinês, o que levaria a cerca de 1,5 milhão de mortes. No entanto, os pesquisadores afirmaram que o número de vítimas poderia ser muito reduzido se houvesse foco na vacinação — apenas cerca de 50% dos maiores de 80 anos na China foram vacinados —, no fornecimento de antivirais e na manutenção de algumas restrições.

Netflix pode iniciar testes com anúncios ainda neste ano, diz jornal

A Netflix pode começar a utilizar anúncios em sua plataforma de streaming até o final deste ano, diz o jornal “The New York Times”, que obteve uma nota enviada pela empresa a funcionários.
De acordo com a nota, assinada por executivos, a companhia pode iniciar testes com uma assinatura que contém anúncios já nos trimestre final de 2022. O documento também diz que o novo pacote seria iniciado em conjunto com outra medida anunciada pela empresa, a da restrição no compartilhamento de contas e senhas. Os executivos da Netflix citaram algumas concorrentes, como a HBO e o Hulu, para justificar a medida, dizendo que ambos conseguiram “manter marcas fortes enquanto oferecem um serviço suportado por anúncios”.

Para acompanhar hoje:

08h30: pronunciamento de Buch, vice-presidente do BC alemão
09h: IPCA de abril
09h20: pronunciamento de Schnabel, do BCE
09h30: inflação americana em abril (IPC)
11h30: estoques de petróleo e gasolina nos EUA
12h: fluxo cambial estrangeiro no Brasil
13h: discurso de Bostic, membro do FOMC
13h: confiança do consumidor brasileiro em maio (Reuters/Ipsos)

(Com Valor Econômico)


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 19.maio.2022 às 09h06
IGP-M desacelera para 0,39% na segunda prévia de maio, aponta FGV

Houve recuos nos preços ao produtor, ao consumidor e nos custos da construção

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 07h26
Freio na economia chinesa deve fazer Brasil crescer menos

Analistas projetam expansão menor em 2023 e inflação global maior, também devido à guerra na Ucrânia e à alta de juros nos EUA

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 12h23
Sondagem da XP vê inflação no fim de 2022 maior do que projeção do último Focus

Divulgação do relatório do Banco Central está paralisada por causa da greve dos servidores