IBGE: rendimento médio do trabalhador tem primeira alta desde setembro de 2020

Valor no primeiro trimestre de 2022 subiu R$ 38, para R$ 2.548

Foto: Daniel Dan/Pexels

O rendimento médio real habitual dos trabalhadores (considerando a soma de todos os trabalhos) teve a primeira alta frente ao trimestre anterior desde setembro de 2020, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

Os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a renda média ficou em R$ 2.548 no primeiro trimestre, um aumento de 1,5% frente ao quarto trimestre (R$ 38 a mais).

Esta é a primeira alta efetiva na comparação com o trimestre anterior desde setembro de 2020, quando a taxa tinha sido de 1,1%. A avaliação considera todos os trimestres da pesquisa. Isso porque no trimestre encerrado em fevereiro houve uma variação de 0,3%, mas que foi classificada como estabilidade pelo IBGE, já que está dentro do intervalo de segurança da pesquisa. Pesquisas por amostragem, como é o caso da Pnad Contínua, têm um intervalo estatístico para a confiabilidade dos dados.

Na avaliação da coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy, esse aumento da renda média do trabalhador pode refletir a queda da população ocupada informal, acompanhada pelo aumento dos trabalhadores com carteira assinada.

“De modo geral, quando há tendência de crescimento do emprego com carteira na ocupação, acaba ocorrendo aumento do rendimento médio. Isso acontece porque trabalhadores com carteira em geral têm rendimentos maiores que os demais”, explica.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h16
Estrangeiros já sacaram R$ 12,6 bilhões da Bolsa em maio

Movimento positivo no ano diminuiu para R$ 45,03 bilhões

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 12h23
Sondagem da XP vê inflação no fim de 2022 maior do que projeção do último Focus

Divulgação do relatório do Banco Central está paralisada por causa da greve dos servidores

Redação IF Atualizado em 16.maio.2022 às 11h59
Em dia volátil, dólar vai a R$ 5,03 na mínima do pregão

A dinâmica global nesta segunda mostra cautela de investidores

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 08h53
Bolsas europeias e futuros de NY são pressionados por dados fracos da China

A atividade econômica na China perdeu força de forma acentuada em abril

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 07h20
China: com lockdowns, produção industrial tem forte desaceleração em abril

Atividade recuou 2,9% na base anual; mercado esperava avanço de 1,0%

Redação IF Publicado em 13.maio.2022 às 09h46
Musk diz que ‘ainda está empenhado em adquirir’ o Twitter

Ação da rede social chegou a cair mais de 25% no pré-mercado