Criptomoedas voltam a cair, mas bitcoin e ether defendem patamar

As principais criptomoedas voltaram a recuar hoje; com o forte temor de recessão nos EUA

Foto: Valor Econômico

Pontos-chave

  • Movimento segue o desempenho dos ativos de risco, em dia de discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, no Senado dos EUA

As principais criptomoedas voltaram a recuar nesta quarta-feira, sem força para avançar a novos patamares, após um pequeno respiro nos últimos três dias.

O movimento segue o desempenho dos ativos de risco, com baixa nas bolsas europeias e recuo dos índices futuros de Wall Street, em dia de discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no Senado dos EUA.

Maior das criptomoedas, o bitcoin era negociado a US$ 20.537,15, com baixa de 2,2% nas últimas 24 horas, perto das 9h25 (horário de Brasília), segundo o CoinGecko. Já o ether, moeda digital da rede Ethereum, valia US$ 1.098,74, queda de 3,8%. Em reais, o bitcoin era negociado a R$ 106.266,09 (alta de 0,63%) e o ether, a R$ 5.710,35(alta de 0,06%).

Para Ayron Ferreira, chefe de análise da Titanium Asset, os investidores tendem a monitorar de perto os discursos de autoridades dos EUA e da Europa sobre a situação da economia, pois o temor de recessão tende a permanecer forte durante esta e nas próximas semanas.

“Além disso, a situação de empresas do setor cripto também deve trazer impacto nos preços. A Celsius, a Three Arrows Capital e a Babel Finance demonstraram problemas sérios de liquidez, devido a utilização de estratégias de alavancagem com o dinheiro de seus clientes e travaram saques. Uma piora na situação destas empresas pode desencadear mais vendas e quedas no mercado cript”, disse Ferreira.

Segundo Eduardo Andrade, trader do MB, após a decisão do Fed, o mercado cripto segue mais volátil com medo de possíveis novas quedas. “Afinal, caso perca a última mínima, o preço do BTC pode cair para a região dos US$ 15 mil ou até patamares mais baixos como US$ 12 mil. Se segurar, há chance de ocorrer um respiro que, se for forte o suficiente, poderá fazer o preço subir até a região dos US$ 25 mil”, disse.

Andrade acredita que, apesar do momento ruim para o mercado de criptomoedas, pelo alto volume de prejuízo nos últimos dias, também abriu “novas oportunidades de montar posição.”

Desde a máxima em novembro, o bitcoin já perdeu 70% de seu valor. Já as perdas acumuladas do ether somam 78%, de acordo com o CoinGecko. No período, a capitalização de mercado das criptomoedas desabou de US$ 3 trilhões para US$ 943 bilhões.

Tasso Lago, gestor de fundos privados em criptomoedas e fundador da Financial Move, avalia que graficamente o bitcoin ainda não está muito interessante. “Está abaixo das médias móveis de 200 períodos no gráfico semanal, que é uma importante região de disputa entre comprados e vendidos”, analisa. Lago diz que está otimista para o bitcoin no longo prazo, mas afirma que no curto prazo ainda há muitos focos de incerteza macroeconômica pesando negativamente, como é o caso dos aumentos de juros promovidos pelo Fed.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
José Eduardo Costa Atualizado em 30.jun.2022 às 18h59
Bitcoin registra sua pior perda trimestral em mais de uma década

No final da tarde desta quinta-feira o bitcoin registrava baixa de 58% de seu valor no segundo trimestre de 2022, a pior queda trimestral em mais de uma década

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 07h27
Bitcoin segue acima de US$ 20 mil com atenção a liquidação de fundo e ataques a Tether

O valor de mercado somado de todas as criptomoedas ficava em US$ 935 bilhões

Leonardo Guimarães Publicado em 28.jun.2022 às 07h15
Já é possível investir em jogadores via tokens lastreados

Você pode ganhar dinheiro nas negociações com o meia Phillippe Coutinho; mas há riscos. Conheça o novo ativo digital

Redação IF Atualizado em 27.jun.2022 às 10h27
Criptomoedas retomam patamar de US$ 1 trilhão com ganhos do ether e bitcoin

Aversão ao risco devido ao temor de inflação global e juros em alta arrefeceu um pouco

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 14h46
Ataque hacker leva US$ 100 milhões em criptomoedas

Furto aconteceu na Horizon, ponte blockchain de finanças descentralizadas