Cosan aprova programa de recompra de até 110 milhões de ações ordinárias

A Cosan aprovou um novo plano de recompra de ações; prazo para o programa de recompra é de 18 meses

A Cosan informou nesta segunda-feira que seu conselho de administração aprovou um novo plano de recompra de ações ordinárias de sua emissão
A Cosan informou nesta segunda-feira que seu conselho de administração aprovou um novo plano de recompra de ações ordinárias de sua emissão

A Cosan informou nesta segunda-feira que seu conselho de administração aprovou um novo plano de recompra de ações ordinárias de sua emissão. A aquisição tem como objetivo manutenção em tesouraria, cancelamento ou alienação, segundo fato relevante divulgado pela Cosan.

O plano abrange 110 milhões de ações, que representam aproximadamente 5,87% da quantidade total de ações e até 9,39% das ações em circulação.

A Cosan buscará ações na B3, a preço de mercado. A empresa decidirá poderá adquirir as ações em operação única ou em uma série de operações, de acordo com sua estratégia. O prazo para o programa de recompra é de 18 meses.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 11h01
Bolsas de NY apontam para recuperação na sessão desta sexta

Mercado americano vem de dois pregões seguidos de queda

Manhã Inteligente Publicado em 20.maio.2022 às 10h40
ETFs de renda fixa, privatização da Eletrobras, queda de lucro de empresas

Isabella Carvalho e Caio Camargo falam sobre esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos nesta sexta (20)

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h16
Bolsas asiáticas fecham em alta após China cortar taxa de juros

Mesmo assim, os investidores seguem atentos à perspectiva de aumento dos juros nos EUA

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 08h09
Fundos de ações de Petrobras e Vale renderam até 25 vezes mais que o FGTS desde o lançamento

Trabalhador poderá usar dinheiro do fundo de garantia para comprar ações da Eletrobras

Redação IF Atualizado em 19.maio.2022 às 13h41
Bolsas americanas perdem US$ 1,5 tri em um dia, e índices operam em queda nesta quinta

Temor de inflação global maior e recessão nos EUA leva nervosismo aos mercados. Na Europa, pregões operam em queda de mais de 2%