Bitcoin tem leve queda em dia de mau humor com ações de empresas de tecnologia. O que esperar da moeda digital?

Preço do bitcoin segue com incertezas frente ao rumo de diferentes indicadores econômicos, que permanecem negativos

cropped-bitcoin-2.jpg

Pontos-chave

  • Esta quinta-feira foi marcada por um pregão negativo em Wall Street

O bitcoin opera em leve queda de 0,2% a US$ 30.136 perto das 17h40 (horário de Brasília), acompanhando de longe o dia de fortes vendas sobre ações de empresas de alta tecnologia nos Estados Unidos. O ether, moeda digital da rede ethereum, registra desvalorização de 0,4% a US$ 1.792, conforme dados da Coingecko. Em reais, o bitcoin tem leve baixa de 0,13% a R$ 148.300 e o ethereum avança 0,72% a R$ 8.885, de acordo com valores fornecidos pelo Mercado Bitcoin.

Segundo Hugo Trombini, Head de Criptoativos da Hurst Capital, após uma tentativa frustrada de permanecer na faixa dos US$ 32 mil, o valor do bitcoin segue com incertezas frente ao rumo de diferentes indicadores econômicos, que permanecem negativos. “Analistas gráficos exaltam a formação de um forte quadro de reversão de alta nos próximos meses, mas ainda continuamos na faixa anterior de preços. Os vendidos tendem a buscar a faixa dos US$ 25 mil e os comprados fazem de tudo para entrar na faixa de preços a partir dos US$ 32 mil”, analisa.

Felipe Medeiros, analista de criptomoedas e sócio da Quantzed Criptos, pontua que o volume de compra à vista continua baixo, com exchanges mais voltadas para institucionais como a Coinbase operando com o book bem negativo. “O movimento de lateral tem se sustentado por posições compradas no mercado de futuros”, avalia.

Esta quinta foi marcada por um pregão negativo em Wall Street. O índice Dow Jones caiu 1,94% a 32.272 pontos, o S&P 500 teve queda de 2,38% a 4.017 pontos e o Nasdaqtombou 2,75% a 11.754 pontos. Quem puxou o desempenho negativo foram justamente os papéis das big techs, como Meta (Facebook) caindo 6,4%, Amazon e Apple recuando 4% e 3,6% respectivamente.

No front macroeconômico, o Banco Mundial cortou sua previsão de crescimento para a economia global em 2022 de 4,1% para 2,9%. Os investidores agora esperam ansiosamente pelo dado de preços ao consumidor que será divulgado nos EUA amanhã, uma vez que deverá dar mais clareza ao que hoje é a maior dúvida do mercado: a inflação na maior economia do mundo já atingiu seu pico ou o Federal Reserve, o banco central norte-americano, precisará ser mais agressivo ainda nas elevações de juros.

O destaque do dia no mundo cripto foi o teste bem sucedido do ethereum para a sua atualização conhecida como a fusão (The Merge). A ideia é aumentar a capacidade de processamento do protocolo de finanças descentralizadas da rede e tornar a mineração do ethereum mais eficiente de um ponto de vista energético e, portanto, mais ambientalmente sustentável. De acordo com Medeiros, como ontem a testnet ‘Ropsten’ passou pela atualização sem grandes problemas, a previsão de que a fusão aconteça entre agosto e outubro está se confirmando.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico


Você também pode gostar
José Eduardo Costa Atualizado em 30.jun.2022 às 17h52
Bitcoin está a caminho de registrar sua pior perda trimestral em mais de uma década

O bitcoin perdeu cerca de 58% de seu valor no segundo trimestre de 2022, sua pior queda trimestral em mais de uma década

Redação IF Atualizado em 30.jun.2022 às 07h27
Bitcoin segue acima de US$ 20 mil com atenção a liquidação de fundo e ataques a Tether

O valor de mercado somado de todas as criptomoedas ficava em US$ 935 bilhões

Leonardo Guimarães Publicado em 28.jun.2022 às 07h15
Já é possível investir em jogadores via tokens lastreados

Você pode ganhar dinheiro nas negociações com o meia Phillippe Coutinho; mas há riscos. Conheça o novo ativo digital

Redação IF Atualizado em 27.jun.2022 às 10h27
Criptomoedas retomam patamar de US$ 1 trilhão com ganhos do ether e bitcoin

Aversão ao risco devido ao temor de inflação global e juros em alta arrefeceu um pouco

Redação IF Publicado em 24.jun.2022 às 14h46
Ataque hacker leva US$ 100 milhões em criptomoedas

Furto aconteceu na Horizon, ponte blockchain de finanças descentralizadas