Com fraqueza do varejo, Magalu recua 10,6%; Ibovespa sobe 0,5%

O IBGE divulgou hoje que as vendas do comércio brasileiro caíram 0,1% em outubro ante setembro

Foto: Adeleke Anthony/TheNews2/Agência O Globo

O Magazine Luiza, maior varejista brasileiro em valor de mercado, sofreu a pior queda da Bolsa de Valores brasileira, a B3, nesta quarta-feira (8) após o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgar dados que evidenciam a fraqueza do setor.

As vendas do do comércio varejista recuaram 0,1% na passagem em outubro ante setembro, segundo o instituto. Foi a terceira queda mensal seguida: em setembro houve retração de 1,3%, e, em agosto, de 4,3%. Agora, o varejo encontra-se 6,4% abaixo do patamar recorde de faturamento, alcançado em outubro de 2020. Tanto em 2021 quanto em 12 meses, o setor acumula avanço de 2,6%.

Com o desânimo causado por esses números, a ação do Magalu perdeu 10,6%, cotada a R$ 6,81. O Ibovespa, principal índice acionário local, teve elevação de 0,5%, aos 108.095 pontos.


Você também pode gostar
Redação IF Atualizado em 04.maio.2022 às 18h00
Ibovespa fecha em alta de 1,7%, aos 108.343 pontos

Presidente do Fed, Jerome Powell, descartou alta mais forte dos juros nas próximas reuniões do banco central dos EUA

Redação IF Atualizado em 02.maio.2022 às 14h49
Dólar sobe a R$ 5,05 com piora na aversão a risco externa

Decisões do Copom e do Fed são os destaque na agenda dos investidores durante a semana

Redação IF Atualizado em 11.abr.2022 às 12h43
Juros têm forte alta após comentários de Campos Neto; dólar opera estável

Presidente do BC afirmou que a autoridade está analisando a surpresa inflacionária do IPCA de março