Apple se torna a primeira empresa a atingir US$ 3 trilhões em valor de mercado

A ação da Apple subiu mais de 30% em 2021, atravessando habilmente a crise das cadeias de abastecimento e beneficiando-se da demanda extra pelos iPhones, Macs e iPads durante a pandemia

Loja da Apple (Foto: Divulgação)

A Apple, a empresa de computadores que começou em uma garagem na Califórnia em 1976, agora vale US$ 3 trilhões. Ela se tornou a primeira empresa de capital aberto a atingir esse valor nesta segunda-feira (3).

O valor da fabricante do iPhone supera a soma dos valores de grandes empresas, como Walmart, Disney, Netflix, Nike, Exxon Mobil, Coca-Cola, Comcast (segunda maior empresa de radiodifusão e TV a Cabo do mundo), Morgan Stanley, McDonald’s, AT&T, Goldman Sachs, Boeing, IBM e Ford.

O valor da Apple é ainda mais impressionante considerando o quão rápida foi sua recente ascensão. Em agosto de 2018, a Apple se tornou a primeira empresa americana a valer US$ 1 trilhão, uma conquista que levou 42 anos. Ele ultrapassou US$ 2 trilhões dois anos depois. Seu próximo trilhão levou apenas 16 meses e 15 dias.

Arte: Reprodução Valor Econômico

Em quase qualquer medida, uma avaliação de US$ 3 trilhões é superlativa. Vale, por exemplo, mais do que o valor de todas as criptomoedas do mundo juntas. É aproximadamente igual ao produto interno bruto da Grã-Bretanha ou da Índia. E é equivalente a cerca de seis bancos JPMorgan, a maior instituição financeira dos Estados Unidos, ou 30 General Electrics.

A Apple agora responde por quase 7% do valor total do S&P 500, quebrando o recorde da IBM de 6,4 por cento em 1984, de acordo com o The New York Times. A Apple sozinha representa cerca de 3,3% do valor de todos os mercados de ações globais, afirma reportagem do NYT.

Por um breve período de tempo a Apple perdeu o título de companhia mais valiosa do mundo para a Microsoft, no fim de outubro do ano passado. No entanto, um aumento vigoroso no preço de sua ação em novembro lhe devolveu o primeiro posto. O papel subiu ainda mais no fim de 2021 e acrescentou meio trilhão de dólares ao seu valor de mercado desde 15 de novembro.

Apenas um punhado de empresas está avaliado em mais de US$ 1 trilhão, incluindo a Tesla e a Amazon. A Alphabet, dona do Google, e a gigante saudita do petróleo Saudi Aramco estão avaliadas em cerca de US$ 2 trilhões. O valor de mercado da Microsoft continua em torno de US$ 2,5 trilhões, em linha com o seu tamanho quando ultrapassou o valor de mercado da Apple no ano passado.

A ação da Apple subiu mais de 30% em 2021, atravessando habilmente a crise das cadeias de abastecimento. Por trás da ascensão da empresa fundada por Steve Jobs e Steve Wosniak, e hoje liderada por Tim Cook, está a forte fidelidade de seus consumidores. A pandemia fez disparar as vendas de outros dispositivos Apple, além do iPhone, como os Macs e iPads, entre profissionais que queriam incrementar seus “home offices”, mas também entre as pessoas que usavam seus assessórios para trabalhar, estudar e socializar. Os investidores também optaram pela segurança das ações da Apple em uma economia global cada vez mais incerta.

Com informações do Valor Econômico e The New York Times.


Você também pode gostar
Valor Econômico Atualizado em 16.maio.2022 às 20h10
Magazine Luiza reverte lucro e tem prejuízo de R$ 161,3 milhões no primeiro trimestre

Rede afirma que o resultado reflete o aumento de despesas financeiras no período

Redação IF Publicado em 15.maio.2022 às 07h50
BTG Pactual estaria prestes a fechar a aquisição da adquirente Stone?

Desvalorização da adquirente em bolsa atrai interessados em M&A

Valor Econômico Atualizado em 14.maio.2022 às 07h21
Autismo: o que Elon Musk, Anthony Hopkins e Greta Thunberg têm em comum e vai além do óbvio

Os cientistas ainda lutam para entender o processo que leva ao autismo, mas há avanços significativos para celebrar

15 min
Redação IF Publicado em 13.maio.2022 às 09h46
Musk diz que ‘ainda está empenhado em adquirir’ o Twitter

Ação da rede social chegou a cair mais de 25% no pré-mercado

Redação IF Publicado em 13.maio.2022 às 09h23
Saiba o que levou Elon Musk a esfriar o negócio com o Twitter

Ao fazer anúncio, bilionário citou reportagem sobre contas falsas na rede social

Valor Econômico Publicado em 13.maio.2022 às 09h00
Os preços da gasolina e do diesel vão cair se a Petrobras for privatizada?

Entenda os impactos que uma eventual privatização da Petrobras teria no mercado brasileiro de combustíveis