Pacheco reúne governadores antes de protocolar projeto da dívida

Foram convidados para o encontro os governadores de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), vai reunir alguns governadores em Brasília para tratar do projeto da renegociação da dívida dos Estados. Em seguida, a expectativa é que ele protocole o texto no Senado, que ficará sob relatoria de Davi Alcolumbre (União-AP).

Foram convidados para o encontro, previsto para ocorrer na residência oficial da presidência do Senado, às 12h30, os governadores de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Os valores da dívida dos Estados variam entre cerca de R$ 90 bilhões, no caso do Rio Grande do Sul, e R$ 160 bilhões, no caso de Minas Gerais.

Na semana passada, Pacheco acertou com o governo a inclusão da venda de ativos dos Estados à União – como empresas públicas, imóveis e créditos a receber – como uma das formas de abater parte da dívida dos Estados. Este era o principal pleito de Pacheco, mas enfrentava forte resistência no Ministério da Fazenda.

Amanhã, devem ser acertados os percentuais para a redução do indexador da dívida de acordo com cada uma das condicionantes.

A ideia é que o indexador seja baseado apenas no IPCA e que os Estados possam reduzir até quatro pontos percentuais nos juros a partir de algumas condicionantes, como a cessão de ativos estaduais (1,5%), investimentos em educação, infraestrutura e segurança (1,5%) e repasses a um fundo de equalização dos Estados (1%).

Com informações do Valor Econômico

Leia a seguir

Leia a seguir