No Paraná, Ratinho Jr é o primeiro governador reeleito

Ratinho Junior (PSD), renovou seu mandato já no primeiro turno

Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) foi reeleito governador do Paraná neste domingo (2), novamente em primeiro turno, com uma votação expressiva. Com 91,96% das urnas apuradas, o candidato do PSD alcançou 69,79% dos votos válidos, superando os oito oponentes e sendo matematicamente eleito. Ratinho Junior, de 41 anos, inicia seu segundo mandato no Palácio Iguaçu em 1º de janeiro de 2023, onde permanece até 31 de dezembro de 2026.

Com uma campanha marcada pela imagem de realizador e com o apoio de obras emblemáticas, algumas delas iniciadas, como a nova ponte com o Paraguai e a engorda da orla de Matinhos, e outras ainda em fase de projeto, como a ponte de Guaratuba e a Nova Ferroeste, o candidato focou na continuidade de suas realizações para virar votos para sua candidatura. O governador não se licenciou do cargo para se dedicar à eleições.

A coligação vencedora contou também com Republicanos, MDB, Solidariedade, PL, PSD, UNIÃO, PMB, PP, AGIR, PROS e PTB. Confirmando as pesquisas eleitorais, que desde o início da campanha davam larga vantagem ao candidato, Ratinho Junior alcançou porcentual ainda maior do que na primeira eleição para governador, em 2017, quando teve 59,99% dos votos válidos. A maior vitória em disputa para o cargo, após a redemocratização, havia sido de Alvaro Dias, em 1986, com 70,69% do total.

Em sua trajetória política, Ratinho Junior coleciona bons desempenhos eleitorais, tendo vencido para deputado estadual em 2002, com apenas 21 anos, seguido de mandatos como deputado federal em 2006 e 2010. Ao tentar se eleger prefeito de Curitiba, em 2012, foi derrotado por Gustavo Fruet (PDT), que teve mais de 60% dos votos válidos.