Lula diz que Campos Neto não cumpre a lei e que Senado precisa ‘cuidar’ dele

Presidente se irritou com a decisão do BC e o tom do comunicado

No dia seguinte à decisão do Copom que manteve a Selic em 13,75% ao ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou as críticas ao Banco Central e ao presidente da instituição, Roberto Campos Neto.

Disse que não tem explicação “para nenhum ser humano do planeta Terra” a atual taxa de juros e deixou recado para o Senado “cuidar” do chefe do BC.

“Quem tem que cuidar do Campos Neto é o Senado, que o indicou. Ele não foi eleito pelo povo, não foi indicado pelo presidente”, afirmou.

“Quando eu tinha o [Henrique] Meirelles, que era indicado meu, eu conversava. Mas agora, se esse cidadão quiser, ele nem precisa conversar comigo. Só tem que cumprir a lei que determinou a autonomia do Banco Central: cuidar da política monetária, mas também do emprego, da inflação e da renda do povo. Todo mundo sabe que ele não está fazendo isso, se ele estivesse fazendo eu não estaria reclamando.”

O presidente alegou ainda, quando perguntado sobre a decisão do Copom, que “a História julgará cada um de nós”.

“Que eles paguem o preço pelo que estão fazendo”, disse.

Lula visitou nesta quinta-feira (23) o Complexo Naval de Itaguaí, na região metropolitana do Rio, onde são construídas as embarcações previstas no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub).

Leia a seguir

Leia a seguir