Um dia após a vitória de Lula, B3 recebeu R$ 1,9 bi de investimento estrangeiro

No day after das eleições, 82 dos 92 títulos que compõem o Ibovespa tiveram alta

Na segunda-feira (31), dia posterior ao segundo turno, com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência, os investidores estrangeiros aportaram R$ 1,9 bilhão na B3, segundo maior volume no mês. O montante só foi menor do que o aportado no pregão do dia 3 — dia seguinte ao primeiro turno —, quando entraram R$ 2,4 bilhões.

No acumulado de outubro, o saldo ficou em R$ 14 bilhões, o maior do ano, que soma R$ 84,1 bilhões em recursos estrangeiros investidos na bolsa brasileira.

O volume de entrada do capital estrangeiro confirma a recepção positiva que os agentes de mercado tiveram com a vitória de Lula. No pregão de segunda, 82 das 92 dos papéis que compõem o Ibovespa subiram, ou seja, quase 90% da carteira, a despeito da desvalorização das estatais listadas na bolsa, principalmente Petrobras e Banco do Brasil.

No dia, o Ibovespa subiu 1,31%, a 116.037 pontos, acumulou ganhos de 5,5% no mês de outubro. No ano, a alta acumulada é de 11%.

Leia a seguir

Leia a seguir