Novo Minha Casa Minha Vida é mais barato e amplia alcance; veja se vale para você

Economia pode ser de até R$ 80 mil no valor do financiamento, diz agente imobiliária

A Caixa Econômica Federal anunciou que começará em 7 de julho a conceder financiamento imobiliário dentro dos novos moldes do programa Minha Casa Minha Vida, com taxas de juros menores e permissão para a compra de imóveis mais caros.

E para profissionais do mercado imobiliário, as novas regras aprovadas pelo Conselho Curador do FGTS, realmente, beneficiam os novos mutuários em pelo duas frentes: aumento do subsídio e redução da taxa de juros do financiamento.

Na prática, esse conjunto permite que um público maior possa se beneficiar do programa para financiar a compra de seu imóvel, agora incluindo famílias com renda mensal de até R$ 8 mil para a faixa 3, segundo a Caixa. E, para quem já era elegível, o valor da prestação deve diminuir, diz a instituição financeira.

O valor máximo dos imóveis financiáveis no programa passou de R$ 264 mil para até R$ 350 mil. Em outra frente, a taxa de juros cobrada para famílias com renda mensal de até R$ 2 mil passou de 4,25% para 4% ao ano para as regiões Norte e Nordeste, e de 4,5% para 4,25% ao ano para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do país.

Como os juros dessa modalidade já são menores do que os cobrados na linha com recursos da poupança, SBPE, isso tem grande impacto no valor das prestações. Além disso, o teto do subsídio subiu de R$ 47,5 mil para R$ 55 mil.

Veja uma simulação

A pedido da Inteligência Financeira, a agente imobiliária Daniele Akamines, da Akamines Negócios Imobiliários, fez duas simulações do impacto das mudanças, tomando como referência um imóvel no valor de R$ 350 mil – adquirido por meio de um financiamento de R$ 200 mil, no prazo de 360 meses, por uma pessoa na faixa etária de 42 anos:

ModalidadeTaxa de juros1ª prestaçãoÚltima TotalRenda necessária
SBPE 9,99% R$ 2.269,62 R$584,97 R$ 549.139,82 R$ 7.565,40
MCMV Cotista
do FGTS
7,66%R$ 1.910,24 R$583,98R$ 484.272,94R$ 6.367,47
MCMV Não Cotista
do FGTS
8,16% R$ 2.028,40 R$ 584,33R$ 492.358,95 R$ 6.598,66

“No caso de cotista do FGTS, a economia do tomador do empréstimo é de quase R$ 65 mil”, disse Daniele.

A Caixa afirmou que interessados em obter financiamentos pelo programa façam simulações no site do banco.