Equatorial (EQTL3) faz oferta de R$ 67 por ação para ser sócio de referência em privatização da Sabesp (SBSP3)

Oferta foi apresentada na quarta, prazo final para a entrega. A Aegea, que também vinha se preparando para apresentar proposta, desistiu na última hora de participar

O governo paulista confirmou nesta sexta-feira (28) que a Equatorial (EQTL3) foi a única a apresentar proposta para se tornar sócia de referência na privatização da Sabesp (SBSP3), conforme o Valor havia noticiado na quarta-feira (26).

A proposta da empresa foi de R$ 67 por ação, para a participação de 15% que o grupo deverá assumir após a privatização. Isso significa um desembolso de R$ 6,87 bilhões pela fatia.

A oferta foi apresentada na quarta, prazo final para a entrega. A Aegea, que também vinha se preparando para apresentar proposta, desistiu na última hora de participar.

O empresário Nelson Tanure, que também havia manifestado interesse, também não fez oferta, como já era esperado no mercado.

Dessa forma, a Equatorial se tornou a única interessada em comprar os papéis e, com isso, se torna a provável sócia estratégica da companhia paulista de saneamento.

Na sequência, deverá ser iniciado o “bookbuilding”, ou seja, a coleta de intenção dos investidores interessados em comprar os demais papéis da oferta.

O Estado deverá vender, além dos 15% que ficarão com o sócio de referência, outros 17% ao restante do mercado, de forma mais pulverizada. O processo deverá durar do dia 1º de julho ao dia 15.

A precificação deverá se dar em 18 de julho, e a liquidação da oferta, no dia 22, conforme o cronograma previsto no prospecto da oferta de ações.

Com informações do Valor Econômico

Leia a seguir

Leia a seguir