Lucro da Tesla tem queda anual de 24% no 1º tri, para US$ 2,5 bilhões

O lucro por ação ficou em US$ 0,73, cerca de 23% abaixo do US$ 0,95 apresentado um ano antes

O lucro líquido da montadora de veículos elétricos Tesla somou US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre, queda de 24% na comparação com o mesmo período de 2022. O lucro por ação ficou em US$ 0,73, cerca de 23% abaixo do US$ 0,95 apresentado um ano antes.

A receita total avançou 24% na mesma base de comparação, para US$ 23,3 bilhões, com destaque para a receita de geração e armazenamento de energia da companhia, que cresceu 148%, para US$ 1,5 bilhão. A receita total automotiva foi de US$ 20 bilhões, alta anual de 18%.

A produção total de veículos da Tesla cresceu 44% em relação ao primeiro trimestre de 2022, para 440,8 mil unidades. Já as entregas avançaram 26%, para 22,9 mil veículos.

“Embora tenhamos reduzido preços de muitos modelos durante o primeiro trimestre, nossas margens operacionais diminuíram a uma taxa administrável. Esperamos uma redução contínua do custo de nossos veículos, incluindo maior eficiência de produção em nossas fábricas mais novas e custos de logística mais baixos, e continuamos focados na alavancagem operacional à medida que crescemos”, disse a Tesla em comunicado divulgado nesta quarta-feira (19).

O lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou em US$ 4,3 bilhões entre janeiro e março, queda de 15% na comparação anual. A margem Ebitda ficou em 18,3% no período, um recuo de 8,5 pontos percentuais.

Leia a seguir

Leia a seguir