Renegociação de dívidas do Fies vai conceder desconto de até 92% a inadimplentes

As dívidas do Fies somam R$ 38,6 bilhões; o governo estima que 1 milhão de estudantes serão beneficiados pelo programa de renegociação
Pontos-chave:
  • O presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, disse que o banco enviará propostas de renegociação aos devedores a partir do próximo dia 19

O governo federal apresentou nesta quinta-feira um programa que renegocia dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e concede desconto de até 92% para beneficiários que estão em atraso há mais de 360 dias e são inscritos no Cadastro Único ou recebem o Auxílio Emergencial. O menor desconto, de 12%, será ofertado aos que estão inadimplentes há 90 dias. O saldo pode ser parcelado em até 150 vezes.

O início das negociações está previsto para 7 de março. O governo estima que 1 milhão de estudantes serão beneficiados pelo programa. As dívidas do Fies somam R$ 38,6 bilhões. As negociações serão feitas por meio de um aplicativo. O pagamento da primeira parcela retira os nomes dos beneficiários e seus fiadores dos cadastros restritivos de crédito. Não há cobrança de multas e juros, informa vídeo institucional exibido na solenidade.

“Foi um programa mal estruturado”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, sobre o Fies. “Temos muitas pessoas que efetivamente não tinham condições de pagar.” Segundo Guimarães, simulações da renegociação já podem ser feitas no site da Caixa.

O presidente da Caixa anunciou ainda que o banco lançará em breve um novo programa de financiamento estudantil, que atenderá também os estudantes do nível secundário.

O banco prepara também uma linha especial de financiamento para financiar o turismo em cidades do Nordeste da região do São Francisco, com potencial de beneficiar 3 milhões de pessoas, disse. Também será anunciado um programa de microcrédito.

O presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, disse que o banco enviará propostas de renegociação aos devedores a partir do próximo dia 19.

Com Valor Pro, serviço de informação em tempo real do Valor Econômico. 

Leia a seguir

Leia a seguir