Haddad indica Paulo Picchetti e Rodrigo Teixeira para o Banco Central

Indicados passarão por sabatina no Senado antes de terem nomeações confirmadas

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou nesta segunda-feira as indicações de Paulo Picchetti e de Rodrigo Teixeira para diretorias do Banco Central.

Picchetti foi indicado para substituir Fernanda Guardado, cujo mandato como diretora de Política Econômica do BC vence em 31 de dezembro próximo.

Ele é professor de Economia na Fundação Getulio Vargas (FGV), doutor em Economia pela University of Illinois e Mestre em Economia pela FEA/USP.

Já Teixeira será diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do BC.

Ele sucederá Maurício Moura, que também deixa o cargo, ao concluir seu mandato no final deste ano.

Teixeira é secretário adjunto de análise Governamental na Casa Civil da Presidência da República.
O economista, com doutorado pela USP, serviu como chefe de gabinete e vice-secretário de Planejamento da prefeitura de São Paulo durante a gestão de Haddad como prefeito.

Picchetti e Teixeira terão que passar por sabatina no Senado Federal antes de terem as nomeações confirmadas para os cargos.

“Fico extremamente gratificado de poder ter sido o mediador desse convite”, disse Haddad no anúncio dos nomes. “Eles não darão entrevistas a meu pedido em respeito aos senadores”, acrescentou o ministro.

Leia a seguir

Leia a seguir