China pode relaxar requisitos de viagens internacionais para atrair investimentos

País sinaliza que pretende facilitar a entrada e a saída de executivos e familiares

As autoridades chinesas sinalizaram nesta terça-feira um movimento para facilitar os requisitos de viagens internacionais como parte dos incentivos para atrair mais investimentos estrangeiros para o país.

Em um aviso conjunto emitido por reguladores, incluindo a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC), o governo pediu às autoridades que tornem mais conveniente para os executivos, técnicos e suas famílias das empresas multinacionais viajarem para a China.

O aviso também diz que todas as localidades deveriam fazer bom uso das “vias rápidas” para os intercâmbios de pessoal e esclarecer ainda mais os padrões e procedimentos para o pessoal estrangeiro entrar e sair da China.

O aviso, publicado pela NDRC em seu site principalmente com o objetivo de atrair investimentos industriais, não forneceu mais detalhes, embora dissesse que fortaleceria a “garantia de serviço” para empresas estrangeiras para que seu pessoal possa entrar e sair do país.

Os rígidos controles de covid-19 da China tornaram difícil para as empresas multinacionais que operam no país enviar novos funcionários para substituir aqueles que deixaram a China desde o início da pandemia. Longas quarentenas impostas pelo governo e bloqueios generalizados que podem confinar os moradores em suas casas por semanas, como visto em cidades como Xangai no início deste ano, dificultaram a manutenção de talentos estrangeiros na China.

O aviso dos reguladores também incentivou as autoridades a organizar eventos internacionais de investimento industrial para empresas de semicondutores e de saúde, bem como fóruns econômicos para empresas locais e globais trocarem opiniões e informações.

Ao priorizar os controles da covid, a China cancelou muitos eventos públicos de grande escala nos últimos dois anos e meio. Os rigorosos requisitos de quarentena centralizada também dissuadiram muitas pessoas de viajar para a China.

O aviso de terça-feira do governo também disse que também garantiria que as empresas estrangeiras pudessem obter terras, logística e outros recursos necessários para expandir o investimento na China.