Bitcoin recupera preço depois de alívio de tensões entre Rússia e Ucrânia

Enquanto o Ministério da Defesa da Rússia retirava parte das tropas, o Bitcoin subia 4,39%
Pontos-chave:
  • O ethereum, segunda cripto mais negociada no mundo, valorizou 6,40%, passando a US$ 3.133
  • A notícia animou os investidores e impulsionou outros ativos de risco

O mercado de criptomoedas virou o jogo hoje (15), depois de um início de semana marcado pelos receios em torno da crise geopolítica entre Rússia, Ucrânia e países do Ocidente, principalmente os Estados Unidos. No período da manhã, o bitcoin (BTC) tinha alta de 4,39%, valendo US$ 44.484. O ethereum (ETH), segunda cripto mais negociada no mundo, subiu 6,40%, valendo US$ 3.133. As informações são do site especializado CoinDesk.

O Ministério da Defesa da Rússia anuncio a retirada de parte das tropas que estão mobilizadas perto da Ucrânia. O porta-voz do ministério, Igor Konashenko, disse relatou que “uma série de exercícios de combate” foi concluída, de acordo com os planos. Ele disse que tropas e equipamentos militares estão deixando distritos militares do sul e do oeste do país por ferrovias e rodovias.

A notícia trouxe certo alívio aos investidores, impulsionando outros ativos de risco. “O bitcoin parece estar se estabilizando, o que é uma boa notícia, considerando o quão significativamente os rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano estão subindo”, afirma Edward Moya, analista de mercado financeiro da Oanda, em Nova York, em nota.

Com reportagem do Valor Investe