Direcional vai captar até R$ 432 mi em oferta de ações após Minha Casa, Minha Vida

Construtora vai captar recursos para tentar aproveitar expansão do programa habitacional

A Direcional (DIRR3) anunciou nesta quinta-feira (22) uma oferta de ações novas, com a construtora em busca de recursos para crescer e tentar aproveitar a retomada do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Segundo o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta será direcionada apenas a investidores profissionais, aqueles que têm ao menos R$ 15 milhões em ativos financeiros. A precificação das ações na venda acontecerá na próxima quinta-feira (29). Itaú BBA, Bradesco BBI, XP e Santander Brasil coordenam a oferta.

Serão vendidas inicialmente 20 milhões de ações.

Se a demanda do mercado superar esse montante, um lote adicional será ofertado. Considerando o preço de fechamento da ação da empresa na quarta-feira, de R$18,38 cada, a operação pode movimentar R$ 432 milhões.

O movimento da Direcional acontece apenas dois dias após o Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aumentar o subsídio do programa habitacional Minha Casa Minha Vida (MCMV) e reduzir juros para famílias de baixa renda.

Segundo a XP, com a mudança as construtoras voltadas para o segmento de baixa renda, como a Direcional, podem se beneficiar, tanto pelo potencial aumento de demanda quanto pela possibilidade de expandir as suas margens operacionais.