PMI Consolidado do Brasil volta a apontar expansão da atividade em março

Se observado apenas o segmento de serviços, o PMI passou de 49,8 em fevereiro par 51,8 em março, na taxa mais forte de expansão desde outubro do ano passado

Com a ajuda do setor de serviços, o Índice Consolidado do PMI para o Brasil medido pela S&P Global voltou a apontar expansão do setor privado em março. O indicador subiu de 49,7 em fevereiro para 50,7% no mês passado.

Esta é a primeira que o indicador conhecido como Índice dos Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) fica acima dos 50 pontos desde outubro de 2022. Números acima desse patamar indicam crescimento da atividade, número abaixo de 50 apontam retração.

Se observado apenas o segmento de serviços, o PMI passou de 49,8 em fevereiro par 51,8 em março, na taxa mais forte de expansão desde outubro do ano passado. O avanço foi particularmente expressivo nos subíndices de renovações bem-sucedidas e novos negócios.

“O setor de serviços do Brasil se recuperou rapidamente do que parece ter sido uma falha temporária em fevereiro, quando a produção e os novos negócios caíram pela primeira vez desde o início de 2021. O aumento de março na atividade e nas vendas sustentou a criação de empregos e impulsionou as expectativas dos negócios para o horizonte de 12 meses”, afirma a diretora associada econômica da S&P Global Market Intelligence, Pollyanna De Lima.

Ela pondera, no entanto, que os participantes da pesquisa soaram cautelosos em seus comentários.

“Várias empresas indicaram que as pressões inflacionárias continuaram a restringir os gastos dos clientes. Além disso, a retomada se concentrou em áreas específicas da economia de serviços, a saber, Serviços ao Consumidor e Transportes, Informação e Comunicação.”

PMI

A sigla PMI significa, em inglês, Purchasing Manager’s Index (Índice de Gerentes de Compras, na tradução livre) e é um indicador que mede a atividade econômica dos países a partir de pesquisas mensais realizadas pela empresa IHS Markit com profissionais de compras.

O principal objetivo do índice é fornecer informações sobre a temperatura de alguns setores da economia e orientar os diversos profissionais do mercado.

O indicador tem variação de 0 a 100. Desse modo, uma leitura acima dos 50 indica que o setor avaliado está em crescimento. Já um resultado inferior a 50 indica uma contração e desperta um sinal de alerta entre os empresários.

Leia a seguir

Leia a seguir